Apple está contratando vários engenheiros de chips em San Diego, terra da Qualcomm

Temos acompanhado há um bom tempo as disputas que a Apple tem travado com a Qualcomm em tribunais do mundo inteiro, que culminaram em todos os iPhones, iPads e Apple Watches com 4G/LTE lançados este ano usarem somente modems da Intel.

À medida que nos aproximamos da chegada da tecnologia 5G, começam a pairar dúvidas sobre o caminho que a Apple seguirá: ela pode manter a parceria com a Intel, passar a usar (também?) modems da MediaTek ou até, vai saber, resolver as disputas com a Qualcomm e voltar a usar seus chips.

Essa última opção está cada vez mais distante e agora surgiu mais um novo fator contrário na história. Conforme a Bloomberg descobriu, a Apple está contratando vários engenheiros de chips wireless em San Diego (Califórnia), justamente ali no quintal da Qualcomm.

Posto isso, é difícil dizer se ela está simplesmente trazendo para o seu time profissionais que trabalharão em conjunto a suas parceiras nesses chips ou, indo mais além, se tem intenções práticas de também passar a desenhar e fabricar seus próprios modems 5G — tal como já faz com inúmeros outros componentes usados em iGadgets.

A Apple já tem uma certa experiência no desenvolvimento de chips wireless próprios, como o W1 e o W2 utilizados em AirPods, fones Beats e Apple Watches (que são baseados em Bluetooth e Wi-Fi). Obviamente, um modem de comunicação celular é outra história — mas continuaremos acompanhando o progresso disso tudo.

Há apenas uma semana, surgiram informações de que, ao contrário do que se imaginava recentemente, a Apple *não* estaria negociando com Qualcomm — estando, na verdade, se preparando para o julgamento. Ambas as empresas parecem estar bem irredutíveis, então caberá mesmo a alguém de fora decidir.

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes