Microsoft ultrapassa brevemente a Apple como empresa mais valiosa dos EUA

Imagem de destaque

Acionistas, entusiastas, imprensa tecnológica e interessados em geral acompanham de perto a queda repentina das ações da Apple — que, como já vimos, não é um fenômeno isolado.

Preço das ações da Apple: é tudo sobre o iPhone. E, aparentemente, é também o preço do petróleo.

Ninguém sabe ainda onde tudo isso dará, mas uma coisa é certa: hoje, por um breve período, a Maçã perdeu o posto de companhia mais valiosa dos EUA… para ninguém menos que sua ex-arquirrival.

A ultrapassagem ocorreu perto de meio-dia no horário de verão de Brasília, quando a Microsoft, em alta, atingiu US$812 bilhões em valor de mercado; nesse momento, a Maçã, em baixa, estava ligeiramente abaixo da gigante de Redmond, com um market cap de cerca de US$811 bilhões. É a primeira vez que isso acontece desde que a Apple ultrapassou a rival na métrica, em 2010.

A Apple voltou a ultrapassar a Microsoft alguns minutos depois e, após o fechamento da NASDAQ, está valendo cerca de US$828 bilhões, contra US$817 bilhões da concorrente. Se as tendências de ambas as empresas continuarem nas próximas semanas, entretanto, é bem provável que a empresa fundada pelo tio Bill passe definitivamente a gigante de Cupertino em valor de mercado — ao menos até segunda ordem.

Ações da Apple e da Microsoft

O momento é curioso: como dissemos, boa parte das empresas de tecnologia americanas viram suas ações despencarem ao longo dos últimos dois meses — especialmente outubro, que já está sendo chamado de “outubro vermelho”. A Apple foi a que mais sofreu com a queda, com os rumores de desinteresse crescente nos iPhones por parte do público e o anúncio de que a empresa não mais divulgaria números específicos de vendas de iPhones, iPads e Macs em suas conferências de resultados financeiros.

A Microsoft, por sua vez, está passando incólume pela tempestade e de fato é a única gigante tecnológica a crescer no período — segundo os analistas, por conta de um crescimento na venda de PCs, um fortalecimento na infraestrutura de nuvem da empresa e suas fortes relações com o mercado corporativo.

Será que estamos vendo uma nova era de dominação da Big M se aproximar? Aguardemos as cenas dos próximos capítulos.

via MacRumors

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes