Play

Teste cego com câmeras de smartphones traz resultado surpreendente


A discussão de qual telefone tem a melhor câmera é interminável e, sob vários aspectos, puramente subjetiva. Como vivemos falando por aqui, chegamos a um ponto na fotografia móvel em que qualquer aparelho que você compre (acima de um certo valor, naturalmente) vai oferecer resultados bem satisfatórios.

Já que é assim, que tal um teste cego para que dispositivos deveras distintos se enfrentem em batalhas contínuas e divertidas? Foi exatamente o que o YouTuber Marques Brownlee (o MKBHD) fez… e os resultados não foram nada bonitos para os iPhones, como vocês podem ver acima.

A empreitada do YouTuber foi ambiciosa: ele selecionou 16 aparelhos relativamente recentes e estabeleceu um sistema de eliminatória, colocando os competidores em chaves (pense nas fases finais da Copa do Mundo) e excluindo os perdedores de cada rodada até sobrar apenas o grande vencedor. O júri? Ninguém menos que os milhões de seguidores de Brownlee, que votaram na melhor foto em cada uma das disputas no Instagram e no Twitter — tudo isso sem saber qual aparelho tinha tirado cada foto.

BlackBerry KEY2

BlackBerry KEY2

Os aparelhos da Apple selecionados para a competição foram o iPhone XS e o iPhone X. Na primeira rodada, eles bateram de frente com o BlackBerry Key2 e o Xiaomi Pocophone F1… e, pasmem (ou não), ambos saíram derrotados nas votações populares!

Pocophone F1

Pocophone F1

Brownlee apontou esses dois e alguns outros resultados como surpresas: ambos os smartphones Pixel (2 e 3) também foram eliminados na fase inicial, para o LG V40 e para o Huawei P20 Pro, respectivamente. Já o Pocophone foi arrasador nas votações, superando, nas fases seguintes, o Galaxy Note9 e nada menos que o RED Hydrogen (sim, o smartphone dedicado a fotografia da célebre fabricante de filmadoras); só na final ele foi derrotado pelo grande campeão, o Huawei Mate 20.

Eu recomendo que vocês vejam o vídeo porque ficou bem divertido, mas — alerta de spoiler — aí embaixo temos os resultados finais da competição:

Teste cego de câmeras do MKBHD

Brownlee fez uma consideração importante sobre os resultados. As votações ocorreram por meio do Twitter e das Stories do Instagram, duas plataformas que comprimem bastante as imagens e diminuem significativamente a qualidade delas. Por isso, uma série de pontos importantes na análise da qualidade de uma foto (nível de detalhes, ruído, nitidez) acabam ficando menos visíveis e o público tende a comparar dois aspectos especificamente: brilho e contraste. Os aparelhos que chegaram mais longe nas votações foram justamente os que apresentaram processamento mais forte, com imagens mais brilhantes e saturadas… mas não necessariamente as de maior qualidade, segundo ele.

Eu, entretanto, faço aqui um contraponto: tirando exceções específicas, boa parte de nós usa a câmera dos nossos telefones para tirar fotos que, justamente, serão postadas no Instagram ou no Twitter. Há, portanto, uma validade nos resultados — se as pessoas viram aquelas fotos por essas plataformas e as julgaram mais atraentes, então talvez a Apple (e outras fabricantes que se saíram mal) se beneficie em pensar também nesses aspectos, não só na naturalidade ou no grau de realismo da foto.

E vocês, o que acham?

via 9to5Mac

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: