Subiu, mas não tanto: Apple é eleita a 71ª melhor empresa para se trabalhar nos EUA


Oferecer um ambiente de trabalho aprazível, com condições propícias para que cada um desempenhe sua função e programas de carreira sólidos, é requisito fundamental para qualquer empresa com um mínimo de ambição de crescimento.

Levando isso em conta, todo fim de ano o site de empregos Glassdoor faz um levantamento (baseado em depoimentos dados ao próprio site) das melhores empresas dos EUA para se trabalhar — e a Apple é figurinha carimbada entre as companhias citadas.

O problema é que, nos últimos quatro anos, a Maçã vinha numa trajetória descendente no ranking: ficou em 22º, 25º e 36º lugares entre 2014 e 2016 e caiu para uma amarga 84º posição em 2017. Agora, as coisas estão um pouco melhores: na lista de 2018 da Glassdoor, a Apple ficou no 71º lugar.

Dentre os principais pontos positivos em trabalhar na Apple listados por seus empregados, a Glassdoor destaca os ótimos benefícios oferecidos, mesmo para funcionários de turno parcial, e a possibilidade de crescimento dentro da empresa. Por outro lado, a crítica quase unânime dos empregados é em relação ao equilíbrio entre trabalho e vida pessoal — aparentemente, a Maçã vai dominar a sua vida se você trabalhar por lá, especialmente na parte de varejo.

Dentre as empresas de tecnologia no ranking, a Apple ficou atrás de algumas das suas principais concorrentes, como o Facebook (7º lugar), o Google (8º) e a Microsoft (34º) — a Amazon não figurou na lista, e eu imagino o porquê. A campeã do ano foi a firma de consultoria Bain & Company, seguida pela tecnológica Zoom Video Communications e pela lanchonete In-N-Out.

Será que a Apple pode voltar ao 10º lugar conquistado em 2011?

via Apple World Today

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: