iPhone cai em banheira e mata jovem russa de 15 anos

Acidentes envolvendo smartphones na tomada são mais comuns do que nós imaginamos; já relatamos aqui alguns deles. Em 2013, por exemplo, comentamos dois casos parecidos: no primeiro, uma mulher morreu eletrocutada ao atender iPhone enquanto o aparelho recarregava; no segundo, um homem ficou em coma pelo mesmíssimo motivo.

Em ambos, tudo indica que as vítimas não estavam utilizando os carregadores e/ou cabos originais — ainda que problemas assim possam acontecer independentemente dos acessórios utilizados, afinal, produtos são sucetíveis a defeitos, infelizmente. Agora, mais um caso trágico.

Visualizar esta foto no Instagram.

Человек должен быть сильнее своих воспоминаний». -1923

Uma publicação compartilhada por 🇷🇺Russian Federation🇷🇺 (@_sergeevna_pankration_) em

De acordo com o Daily Mail, Irina Rybnikova (campeã de pancrácio) sofreu um choque elétrico fatal no dia 8/12. Não se sabe se a jovem russa de 15 anos estava usando o aparelho ou se ele escorregou e caiu acidentalmente na banheira; o que se sabe é que ele estava ligado numa tomada 220V, recarregando.

A água (não pura) é condutora de energia elétrica e distribui essa energia pelo corpo humano, que também passa a funcionar como condutor. Em casos assim, a pessoa muito provavelmente tem uma parada cardiorrespiratória e morre.

Rybnikova havia ganhado o campeonato russo há dois meses e foi selecionada para fazer parte da seleção do seu país. A federação russa de pancrácio emitiu nota oficial lamentando a morte dela. Em agosto, ela também havia se tornado madrinha da filha de sua irmã. “Meu filho a adorava e a chamava de babá. E agora ela não está mais entre nós. Nossos corações estão quebrados. É tudo tão quieto vazio sem ela em casa.”

A morte de Rybnikova serve de alerta para todos nós, afinal, muita gente não consegue desgrudar do seu smartphone nem na hora do banho. O número de casos similares só cresce — em fevereiro deste ano, também na Rússia, Evgenia Sviridenko, de 24 anos, morreu eletrocutada após seu iPhone ligado ao carregador cair na banheira; dias antes, a russa Kseniya P., de 12 anos, também morreu com o celular caindo no chuveiro; no ano passado, a americana Madison Coe, de 14 anos, teve o mesmo destino.

Não custa nada aproveitar esse momento do banho para desconectar-se, deixando o aparelho bem longe do chuveiro/banheira. E, obviamente, isso se aplica igualmente a outros dispositivos eletrônicos quaisquer.

via UOL Tecnologia

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes