Em 2018, a Apple perdeu US$9 bilhões investindo… nela mesma!

Colocando tudo na balança, 2018 não foi um ano bom para a Apple. Nós mesmos já falamos isso em várias ocasiões e parece ser bem claro para todo mundo lá em Cupertino que a empresa precisa de uma chacoalhada no ano que está chegando se eles quiserem voltar a surfar nas cristalinas ondas de outrora.

Querem um exemplo claro disso? Um dos maiores investimentos feitos pela Maçã ao longo do ano fez a empresa perder US$9 bilhões. E esse investimento foi nada mais nada menos que… nela mesma!

O Wall Street Journal publicou uma reportagem notando os investimentos de grandes empresas na recompra das próprias ações ao longo de 2018, estimuladas pela reforma fiscal implementada no governo Trump que tornou o processo menos dispendioso e burocrático. A Apple foi uma das que mais abriu a carteira para comprar suas ações, investindo cerca de US$62,9 bilhões no ano nessa iniciativa.

O problema? A Maçã fez a compra no momento em que sua valorização estava no topo da montanha — a empresa chegou a pagar US$222 por ação em um determinado momento. Agora, cada ação da Apple vale cerca de US$151, o que representa, no total, uma perda de cerca de US$9 bilhões para a Apple.

É bom notar que, ao falar em “perda”, estamos nos referindo a algo hipotético — afinal, as ações compradas pela Apple foram retiradas do mercado e não possuem mais valor monetário; em vez disso, a retirada delas faz com que a receita por ação da empresa suba. Ou seja, mesmo tendo “perdido” dinheiro, a Apple está contribuindo para a subida de uma das principais métricas que tem que exibir aos investidores, o que deixa a situação um pouco menos pior.

via AppleInsider

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes