Apple continua liderando segmento superior de smartphones, mas rivais estão encostando

Há alguns meses, comentamos aqui uma pesquisa da Counterpoint Research focada na parte superior do segmento de smartphones — isto é, a venda de aparelhos custando US$400 ou mais. À época, constatamos que a Apple era a rainha inquestionável nas esferas mais caras desse segmento.

Agora, o mais recente levantamento da firma, referente ao terceiro trimestre de 2018, mostra que a Maçã continua na liderança, mas duas fortíssimas concorrentes estão galopando para ameaçar a gigante de Cupertino num futuro não muito distante.

Venda de smartphones no terceiro trimestre de 2018

Como de costume, a Counterpoint dividiu os dados em três setores dentro da área de pesquisa: smartphones entre US$400 e US$600, entre US$600 e US$800, e os que custam acima de US$800. No topo da pirâmide (que representa cerca de 25% dos aparelhos vendidos), a Apple ainda reina absoluta: 79% dos smartphones despachados têm a Maçã estampada. Vale lembrar, entretanto, que esse índice era de 88% há meros três meses.

No setor intermediário, de smartphones entre US$600 e US$800 (que representa cerca de 30% do universo), a Apple também lidera — e teve sua primazia ampliada, aliás: a Maçã abocanhou 61% do segmento, contra 21% da Samsung. Há três meses, essa proporção estava em 44/41%; naturalmente, o lançamento do iPhone XR (ainda que com a popularidade contestada) deve ter contribuído bastante para o distanciamento.

A coisa pega é na parte mais baixa do gráfico, com os smartphones entre US$400 e US$600 — que representam 45% do universo pesquisado, aliás. A Apple viu sua fatia de mercado cair de 22% para 21% em relação à última pesquisa, enquanto a Samsung saltou de 16% para 25% e a Huawei encostou na Maçã, com 17%. As coisas só não ficaram mais feias para a Apple porque a OPPO sofreu uma retração tremenda, caindo dos 22% para atuais 7%.

Segundo a Counterpoint, a maior parte das vendas da Apple vem de países desenvolvidos, como Estados Unidos, China, Japão e alguns da Europa Ocidental — em todos eles, a Maçã é líder de mercado. A empresa cai para o segundo lugar, perdendo para a Samsung, em localidades como a América Latina, a Europa Central e o Leste Europeu. Já na Índia, mercado importantíssimo, a Apple é apenas a terceira colocada, perdendo para a Samsung e a líder OnePlus.

Será que há perspectivas para mudanças nesse cenário em 2019?

via Patently Apple

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes