Apple estaria oferecendo descontos em iPhones na China; Foxconn tem queda nas receitas


Que a situação do iPhone não vai nada bem, todo mundo já sabe. A notícia mais recente acerca dos smartphones dá conta do fato de que a Apple teria reduzido em cerca de 10% a produção dos aparelhos. Agora, um relatório do National Business Daily trouxe mais uma novidade que mostra a preocupação da Apple com o desempenho dos aparelhos.

De acordo com a reportagem, a Maçã teria autorizado revendedoras suas na China a oferecer descontos no preço dos iPhones mais recentes como forma de atrair consumidores. O corte mais drástico autorizado pela Apple seria no iPhone XR, com um desconto de CN¥450 (ou aproximadamente R$250); outros aparelhos, como o XS e o XS Max, também teriam cortes em torno de CN¥400 (cerca de R$200).

É bom notar que a redução ainda deve ser tratada como rumor, uma vez que apenas algumas revendedoras da Apple se pronunciaram sobre o assunto e a Maçã não emitiu nenhum comunicado oficial sobre a questão. Quando se trata da muralha chinesa, é difícil confirmar as informações assim tão facilmente, mas é quase certo que ainda surgirão notícias sobre isso.

Foxconn

Ainda em território asiático, uma das principais parceiras da Apple parece ter sentido o baque dos iPhones — mostrando que as consequências da queda dos smartphones da Maçã vão além, muito além de Cupertino.

Foxconn

Como informou a Reuters, a Foxconn relatou uma queda de 8% nas suas receitas de dezembro passado. Isso representa a primeira retração do faturamento da empresa em 10 meses e tem a Apple e os iPhones como principais culpados, porém não únicos — a demanda do setor de eletrônicos como um todo está desacelerando e outras parceiras da Foxconn também têm enfrentado problemas.

Como declarou uma representante da fornecedora:

A principal razão para isso [a redução nas receitas] é que a queda na categoria de eletrônicos para o consumidor final foi bem forte.

Apesar disso, nem tudo está totalmente negativo para a Foxconn: numa perspectiva anual, as vendas da empresa em 2018 cresceram 12,5% em relação a 2017. Fica agora a questão de como elas ficarão em 2019…

via AppleInsider, MacRumors

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: