Apple homenageia polícia coreana por apreensão de produtos falsificados


Em uma recente ação (e, digamos, rara), a Apple homenageou a polícia coreana por apreender milhares de acessórios falsificados (entre cabos e fones de ouvido) estimados em ₩1 bilhão (cerca de R$3,3 milhões) com uma placa de agradecimento, como informou o Korea Herald.

Para prestigiar a instituição coreana, o diretor regional das operações da Apple na Ásia-Pacífica, Donald Shruhan, visitou a delegacia de Bucheon, na última sexta-feira (11/1), a fim de entregar a placa de agradecimento aos investigadores que descobriram o contrabando dos produtos falsificados da Maçã na Coreia do Sul.

Tais produtos foram supostamente enviados da China. No entanto, a polícia ainda está rastreando as rotas usadas pelos criminosos para entrar na Coreia do Sul. Enquanto isso, os distribuidores detidos estão sendo investigados por fraude e violação de marca registrada, de acordo com o jornal.

Esse não é o primeiro caso de produtos falsificados da Apple originários da China; há quase um ano, comentamos um julgamento envolvendo a venda de produtos falsificados da empresa nos Estados Unidos. Na China, inclusive, as autoridades locais fecharam, em 2015, uma fábrica que montava milhares de iGadgets falsos.

Quem pensa que comprando de sites conceituados, como a Amazon, terá a garantia de receber um produto legítimo, também está enganado. A Apple pesquisou e descobriu que mais de 90%(!) dos carregadores “originais” vendidos no site eram falsificados. A Amazon criou então um programa de registro de marca e, posteriormente, fez uma parceria com a Apple se tornando também uma revendedora autorizada da Maçã.

via MacRumors

Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.

Posts recomendados

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: