Novo web player não-oficial do Apple Music tem design simples e familiar

Imagem de destaque

Como deve ter dado para perceber, não foi dessa vez que a Apple lançou um reprodutor na web do seu serviço de streaming de músicas. Ainda que isso seria ótimo, não podemos reclamar de falta de opções: no mês passado, comentamos o primeiro web player não-oficial completo do Apple Music e, agora, apresento-lhes o Musish.

Assim como outros players na web, o Musish não exige a instalação de nenhum software (ou extensão) para ser utilizado. Assim, basta entrar com seu ID Apple, autenticar o login (caso a autenticação de dois fatores esteja ativa) e permitir o acesso do serviço à Biblioteca de Música do iCloud e à atividade de reprodução do Apple Music.

Se informar seu ID Apple e senha para um serviço de terceiro lhe deixou aflito, não fique. Primeiramente, o login é feito a partir de uma API1 da Apple — ou seja, o desenvolvedor não pode acessar suas credenciais (tal como quando usamos contas do Facebook ou do Google para login). Em segundo lugar, o criador do Musish, Brychan Bennett-Odlum, assegurou que não armazena nenhum token enviado pela empresa para autorizar o acesso.

Visualização do Musish

Ao abrir o Musish, você logo verá um design bem familiar. Além do visual clean, as fontes, as cores e a disposição dos controles do reprodutor se assemelham àqueles usados pela Apple no seu aplicativo Música (do iOS), tornando a navegação mais simples e fácil.

Na lateral esquerda do player é possível navegar pela sua biblioteca do Apple Music, acessar playlists e procurar por novas músicas; apesar de exibir a função “Radio”, ela ainda está indisponível. No mais, o Musish exibe letras de músicas e suas recomendações de álbuns e playlists na aba “For You” (“Para Você”).

O serviço pode apresentar algumas falhas durante o streaming de músicas (o que é normal, já que ele ainda está em desenvolvimento). Não obstante, ele continua uma ótima alternativa ao iTunes para assinantes do Apple Music. Para conferir o código do webapp, acesse a página do projeto no GitHub.

via 9to5Mac

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes