Interesse em startups de AR reanima rumores do “Apple Glass”


A Consumer Electronics Show (CES) 2019 já acabou, mas isso não significa que ela deixou de ser palco das novidades relacionadas à Apple. Dessa vez, tudo indica que a gigante de Cupertino esteve de fato presente no evento a partir de um grupo de engenheiros e funcionários interessados em tecnologias de realidade aumentada, como divulgou o AppleInsider.

De acordo com pessoas que acompanharam a movimentação, mais de seis representantes anônimos da Apple, incluindo funcionários de subsidiárias da Maçã, visitaram startups especializadas em guias de ondas durante a CES. Entre essas empresas estão a DigiLens, a Lumus, a Vuzix e a WaveOptics.

As guias de ondas são usadas em óculos de AR como um meio de transporte das informações gráficas da fonte para os displays posicionados na frente dos olhos do usuário. A startup Magic Leap, por exemplo, utiliza a tecnologia no seu headset de realidade mista lançado no ano passado.

Ainda que a Apple não tenha comentado oficialmente os encontros com as empresas supracitadas, sabemos que a companhia está interessada há anos em tecnologias de AR/VR1, com vários funcionários contratados na área. Até mesmo o CEO da empresa, Tim Cook, já se referiu a um dispositivo de realidade aumentada afirmando que, naquela época, a Apple não tinha “a tecnologia em si para fazer isso com qualidade”.

Desde então, é provável que tanto a tecnologia quanto os testes da Apple envolvendo produtos de AR tenham aumentado — principalmente após a aquisição da Akonia Holographics, especializada em lentes para óculos de AR. Não obstante, a companhia ainda está “dentro do prazo” sugerido pelo analista Ming-Chi Kuo para o lançamento do bastante especulado “Apple Glass”.

Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.

Posts recomendados

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: