Políticos americanos questionam bug do FaceTime em carta para a Apple

Imagem de destaque


Após uma ação individual (e outra coletiva), uma investigação e um pedido de desculpas, a Apple se viu, agora, encurralada por políticos americanos que enviaram uma carta [PDF] para o CEO1 da Maçã, Tim Cook, questionando o famigerado bug do FaceTime.

Estamos profundamente preocupados com as recentes reportagens da imprensa sobre o tempo que a Apple demorou para resolver uma violação significativa de privacidade identificada por Grant Thompson, de 14 anos, no seu recurso do FaceTime em grupo.

A carta é de autoria dos democratas Frank Pallone Jr. (D-NJ; presidente do Comitê de Energia e Comércio dos Estados Unidos) e de Jan Schakowsky (D-IL; presidente do Subcomitê de Defesa do Consumidor e Comércio).

Além de questionarem exatamente quando a companhia descobriu a falha de segurança, eles indagam até que ponto o bug comprometeu a privacidade dos consumidores e se existem outras brechas não-divulgadas as quais poderiam fornecer acesso não-autorizado à câmera a aos microfones.

Os representantes também pediram transparência na investigação da vulnerabilidade e que a Apple compartilhe os passos dados por ela para proteger a privacidade do consumidor daqui para frente. Tais recomendações são reflexos da sensação de que a Maçã não tem sido tão sincera quanto “essa séria questão exige”, segundo a carta.

Outras perguntas feitas para Cook incluem se outros usuários, além do jovem Grant Thompson, relataram o problema para a Apple antes da repercussão online. O comitê também busca detalhes dos testes realizados pela companhia antes de disponibilizar o recurso publicamente e por que tais análises não identificaram a vulnerabilidade em questão.

Esta não é a primeira vez que a empresa é questionada sobre falhas relacionadas a produtos. Há pouco mais de um ano, o Comitê de Energia e Comércio dos EUA também enviou diversas cartas para a Maçã demandando explicações sobre os erros de segurança Meltdown e Spectre.

Neste caso mais recente, Cook (ou outro executivo da Apple) tem até o dia 19 próximo para responder às perguntas feitas pelo comitê. Veremos quais resultados surgirão desse novo desdobramento.

via 9to5Mac

Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.

Posts recomendados

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: