Spotify tem quase o dobro de usuários do Apple Music, que faz nova investida por assinantes


A disputa entre Spotify e Apple Music já vem de muito tempo e não há de terminar em qualquer futuro próximo, mas — ao menos por enquanto — o serviço sueco continua de lavada em uma das métricas mais importantes da batalha: número de usuários.

Em sua mais recente conferência de resultados financeiros, o Spotify revelou que tem, agora, 96 milhões de usuários pagantes, o que representa um salto de nada menos que 8 milhões de pessoas em apenas três meses e de 36% em relação ao ano passado. Há duas semanas, a título de comparação, a Apple anunciou que o Apple Music atingiu a marca de 50 milhões de assinantes — ainda que, nos Estados Unidos, o Apple Music tenha tomado a dianteira.

O Spotify atribuiu o sucesso a alguns fatores, como uma promoção (exclusiva para os EUA) na qual assinantes do plano família do serviço recebiam gratuitamente um Google Home Mini ou ainda o Spotify Wrapped, o site com um resumo das tendências musicais do assinante ao longo do ano que recebeu um tráfego recorde de 28 milhões de visitantes no fim do ano passado.

Por conta do salto em assinantes, o Spotify anunciou, pela primeira vez na sua história, que está operando no azul. A empresa registrou lucro de €94 milhões no último trimestre, com crescimento de 29% na comparação ano-a-ano.

O dinheiro extra deve ter sido a motivação para a companhia anunciar sua maior investida no mundo dos podcasts até agora. Foi revelada a aquisição de duas startups dedicadas aos programas de áudio online: a Gimlet (produtora de podcasts mundialmente famosos como Homecoming e Reply All) e a Anchor (uma plataforma de criação e distribuição de programas para usuários iniciantes e amadores).

Com isso, o Spotify pode deixar de ser somente o epicentro musical da internet e se tornar também o epicentro dos podcasts — mas teremos de aguardar para ver.

Notificação

Enquanto isso, a Apple tenta puxar assinantes para o seu lado da força… de uma forma talvez não muito elegante, por assim dizer.

Promoção do Apple Music enviada por notificação

Ao longo dos últimos dias, usuários de iPhones e iPads ao redor do mundo começaram a receber notificações do Apple Music em seus dispositivos com ofertas especiais. A promoção oferece mais meses grátis para que os usuários experimentem a plataforma novamente e, em alguns casos, as mensagens vêm com frases dignas de ex-namorados tóxicos engraçadinhas do tipo “eu mudei” — não muito Apple-like, se você me perguntar.

Apple, o ex sedento.

Algumas das notificações oferecem mais três meses grátis no serviço, enquanto outras dão apenas um mês a mais — todas elas parecem direcionadas a usuários que já testaram o Apple Music pelos três meses comumente oferecidos e cancelaram a assinatura antes do início da cobrança.

Mais uma vez, usuários questionaram se a ação da Apple não viola uma das regras da App Store:

Como é que o Apple Music promover um período de testes por notificação não é uma violação das regras da própria App Store?

“4.5.4: notificações push não podem ser essenciais para o funcionamento do app, e não devem ser utilizadas para propósitos de propaganda, promoções ou ações de marketing direto…”

Alguém aí recebeu a oferta? O que acham das novas táticas da Apple?

via MacRumors, 9to5Mac

Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.

Posts recomendados

Relatório de erro de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: