Apple perde talento em AR e nomeia primeiro diretor de marketing da área

Em meio a tantos novos (e antigos) projetos, é natural que a Apple faça algumas alterações (leia-se: contratações e demissões) no seu quadro de funcionários. Recentemente, tais mudanças atingiram a equipe de AR/VR1 da Maçã — que “perdeu” um grande talento, mas ganhou seu primeiro chefe de marketing — entre outras idas e vindas de Cupertino.

Avi Bar-Zeev

Avi Bar-Zeev

Pouco mais de dois anos após ingressar na Apple, o engenheiro em realidade aumentada e co-inventor da HoloLens, Avi Bar-Zeev, deixou a companhia no mês passado, como informou a Variety. O engenheiro trabalhava no secreto projeto da Maçã que engloba alguns dos possíveis futuros produtos de AR/VR da companhia, como o “Apple Glass” e outros headsets de realidade virtual.

Mais precisamente, Bar-Zeev era gerente sênior da equipe que desenvolve essas tecnologias na Apple; no seu perfil do LinkedIn, o engenheiro detalhou que liderou um “projeto de protótipo de experiência” e que “desenvolveu protótipos-chave para provar conceitos” durante seu tempo na Maçã.

A Apple não comentou oficialmente a saída do engenheiro, mas Bar-Zeev contou para a Variety (e também divulgou no seu perfil do Twitter) que tem sido um processo tranquilo e que ele planeja trabalhar com consultorias em AR/VR enquanto “mastiga” a próxima grande novidade [da Apple].

Como um repórter intrépido me pediu para comentar, vou compartilhar isso com vocês também…

Eu deixei meu cargo em tempo integral na Apple em janeiro. Eu tive a melhor saída que se pode imaginar. Só tenho coisas boas a dizer sobre a Apple e não vou comentar sobre planos de produtos específicos.

Como dissemos, Bar-Zeev é conhecido por ajudar a fundar e a inventar a HoloLens, o computador holográfico de realidade mista da Microsoft. Além disso, ele é responsável por reunir os primeiros protótipos e conceitos de interface de usuário de AR, tendo trabalhado também na Amazon, no Google e na Disney.

Frank Casanova

Deixando a equipe de engenheiros, mas ainda falando do time de AR da Apple, a companhia nomeou o antigo funcionário e executivo de marketing do iPhone, Frank Casanova, como o seu primeiro diretor de marketing de realidade aumentada, como divulgou a Bloomberg.

Casanova entrou para a gigante de Cupertino em 1988, quando assumiu o cargo de gerente de produtos, e trabalhou por vários anos como diretor sênior de marketing de parceiros da Apple. Desde o lançamento do primeiro iPhone, em 2007, o executivo participava da equipe de marketing do gadget carro-chefe da Maçã.

De acordo com o perfil de Casanova no LinkedIn, ele agora é responsável por “todos os aspectos do marketing de produtos da iniciativa de realidade aumentada da Apple”. Isso pode significar que a decisão de nomear um chefe de marketing de AR aponte para o lançamento de ainda mais serviços (ou produtos) da Maçã futuramente, como destacou a Bloomberg.

Além disso, o site reiterou que a Apple está planejando lançar um iPhone com câmera traseira TrueDepth em 2020. A informação vai ao encontro do que o analista da TF International Securities, Ming-Chi Kuo, sugeriu em setembro passado.

Dr. Christine Curry

Dr. Christine Curry

Para além dos projetos envolvendo realidade aumentada, a Apple também está trabalhando em um novo programa de saúde chamado AC Wellness, que incluí clínicas voltadas para o atendimento de funcionários da companhia e seus familiares.

Desde o anúncio de mais essa empreitada (há quase um ano), a Maçã vem contratando médicos e outros profissionais da saúde que deverão compor o quadro de funcionários desse programa. Desta vez, a grande novidade é a contratação da obstetra Dr. Christine Curry, que deverá reforçar os esforços da gigante de Cupertino na saúde das mulheres, como informou a CNBC.

Antes de entrar para a Maçã, Curry trabalhou para a ONG2 americana Kaiser Permanente, atendendo também em uma prisão feminina de Massachusetts e na faculdade de Medicina da Universidade de Miami, onde se especializou no vírus da zika.

Era esperado que as clínicas da AC Wellness fossem inauguradas no fim do ano passado, mas há meses a Apple não divulga nenhuma informação ou novidade sobre o programa. Em uma entrevista para a CNBC divulgada no começo deste ano, o CEO da Maçã, Tim Cook, afirmou que a maior contribuição da Apple para a humanidade são seus recursos de saúde.

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes