Tim Cook e outros CEOs ajudarão Trump com estratégias na era da automação

As desavenças entre Tim Cook e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, podem ser bem públicas e evidentes, mas isso não significa que os dois empresários não possam eventualmente colaborar em assuntos nos quais o poder e a experiência de ambos proporcionem um (suposto) bem maior para a sociedade.

É exatamente o que está acontecendo hoje: o Departamento de Comércio dos EUA anunciou que Cook — junto a outros 24 CEOs1, políticos, figuras importantes do mundo da tecnologia e especialistas — integrará um painel de conselheiros que trabalhará com o governo para “desenvolver e implementar estratégias que renovem a força de trabalho dos EUA para se adaptar melhor aos desafios do século XXI”.

Os focos do painel estarão nas áreas de automação e inteligência artificial, que, como bem se sabe, estão rapidamente substituindo empregos de seres humanos com robôs e soluções computadorizadas. Os especialistas, junto a Trump e sua equipe, usarão as experiências em suas respectivas áreas para encontrar um meio-termo saudável entre o avanço tecnológico e a continuidade da geração de empregos no país.

O painel será coordenado por Ivanka Trump, filha do presidente, e pelo Secretário de Comércio dos EUA, Wilbur Ross. Além de Cook, outras figuras importantes do mundo tecnológico integrarão o conselho como Ginni Rometty (IBM), Barbara Humpton (Siemens) e Bill McDermott (SAP).

Essa não é a primeira vez que uma colaboração entre Cook e Trump é anunciada: no ano passado, o CEO da Apple se juntou ao conselho do “Escritório de Inovação” da Casa Branca. A primeira reunião do painel de especialistas em inteligência artificial ainda não tem data, mas coisas interessantes deverão sair desse encontro — nós, claro, ficaremos atentos.

via MacRumors

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes