Apple Pay sendo usado em loja

Apple Pay já é usado em 383 milhões de iPhones

Com mais de 900 milhões de iPhones ativos ao redor do mundo e a contínua expansão do Apple Pay para diversas regiões e países, não é difícil imaginar que o serviço de pagamento móvel da Maçã seja adotado por uma parcela significativa dos usuários. Mais precisamente, esse recurso já é usado em mais de 383 milhões de iPhones mundialmente, segundo dados da Loup Ventures.

Com base nas informações referentes ao aumento das transações feitas com o Apple Pay e dos países que já contam com o recurso, a Loup Ventures estimou que 43% dos donos de iPhones habilitaram o serviço até dezembro passado — um salto dos 36% de usuários que ativaram até setembro do mesmo ano e mais que o dobro em relação a dezembro de 2017, quando apenas 20% dos usuários usavam a função.

Ainda segundo a firma, a Apple tem visto a adoção pelo serviço crescer 21% trimestralmente e 123% ao ano(!) desde que ele foi lançado, em setembro de 2014. Para os analistas, esse crescimento foi impulsionado pelo pico dos pagamentos P2P (peer-to-peer, ou ponto a ponto) a partir de janeiro de 2018.

Quanto à distribuição do Apple Pay nos países que suportam o serviço, a firma apontou que apenas 12% do total de usuários residem nos Estados Unidos (os 88% restantes são clientes de outros países); por outro lado, cerca de 21% dos mais de 900 milhões de iPhones estão nos EUA.

Embora acreditemos que pouco menos da metade dos donos de iPhones utilizem o Apple Pay, esse número continuará a crescer à medida que mais varejistas, universidades, municípios e sistemas de transporte público permitirem pagamentos ponto a ponto e as pessoas começarem a pensar em seu smartphone como uma carteira.

A firma também sugeriu que, embora o Apple Pay não tenha um impacto significativo no crescimento da receita da categoria Serviços da Maçã, o modelo e a maneira como a companhia trata a privacidade do usuário “estabelece as bases para o tratamento de outros dados confidenciais e a facilidade de uso em diversas áreas”, citando a inclusão dos dados de saúde de veteranos no iPhone.

Apple pagou mais de US$25 bilhões para desenvolvedores europeus

Ainda falando de serviços que não param de crescer, lá está ela, no topo: a App Store. A loja de aplicativos da Maçã também tem crescido a passos largos nos últimos anos, enchendo não só os bolsos da gigante de Cupertino, mas também dos desenvolvedores.

Em uma entrevista para o site alemão Macerkopf [Google Tradutor], o vice-presidente do Apple Music, Oliver Schusser, afirmou que a Maçã já pagou mais de US$25 bilhões aos desenvolvedores europeus, enquanto o valor total do cheque de pagamento para todos os desenvolvedores atingiu a marca de US$120 bilhões desde a inauguração da App Store, em 2008. 💰

Schusser também destacou que os clientes da Maçã já baixaram e transmitiram mais de 50 bilhões de episódios no Apple Podcasts, que possui mais de 650.000 programas ativos atualmente. Números impressionantes, não?

via AppleInsider, 9to5Mac

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes