Intel afirma que seu modem 5G só chegará ao mercado em 2020

Nas últimas semanas, acompanhamos o lançamento de diversos dispositivos compatíveis com a próxima geração de redes móveis, o 5G. Entre as fabricantes que já se adiantaram e implantaram a tecnologias nos seus aparelhos mais recentes, estão a Samsung [1, 2], a Huawei e a LG.

Em dezembro passado, cobrimos que a Apple deverá esperar até 2020 para implantar o 5G nos iPhones, e agora a fabricante do modem do gadget da Maçã, a Intel, divulgou que esse é, de fato, o plano, como informou a Reuters.

Durante um evento em Palo Alto (Califórnia), a vice-presidente de negócios da Intel, Sandra Rivera, disse que os chips 5G da fabricante serão despachados para clientes ainda neste ano, mas que a empresa não espera que eles sejam usados em produtos voltados para o mercado consumidor até o ano que vem.

Essa foi a primeira vez que a Intel revelou em que pé está o desenvolvimento do seu modem 5G. Apesar de não entrar em detalhes, só de confirmar que essa tecnologia será disponibilizada ainda neste ano indica que a fornecedora conseguiu resolver qualquer problema interno que havia enfrentado em julho passado, quando suspendeu o desenvolvimento desse chip.

Das duas, uma: ou a Apple abandonará os planos do Projeto Antique (que tem como objetivo procurar uma segunda fornecedora, como a MediaTek ou até mesmo a Samsung, para a produção de chips 5G), reduzindo a dependência sobre a Intel; ou ela manterá tudo da forma como está, enquanto se prepara para lançar seus próprios modems que equiparão iPhones e iPads num futuro não muito distante.

Ainda segundo a Reuters, o diretor executivo da Intel, Bob Swan, afirmou que a empresa não planeja gerar receita com o licenciamento de patentes da tecnologia presentes nos modems 5G da companhia — diferentemente da Qualcomm, que está envolvida em uma grande guerra judicial com a Apple justamente por esse motivo.

Nosso modelo em relação a outras empresas da Califórnia é completamente diferente. O nosso não é um modelo baseado em licenciamento.

Até lá, pode ser que muita coisa mude (ou não) na relação entre Apple e Qualcomm — sem falar, quem sabe, na possibilidade de os modems proprietários da Apple ficarem prontos antes do esperado.

via 9to5Mac

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes