Apple expande programas de educação em Singapura e na Indonésia

A Apple anunciou de ontem para hoje a expansão do seu programa de educação e programação na Ásia com a ampliação do currículo App Development with Swift1 em escolas parceiras de Singapura, além da inauguração da segunda Apple Developer Academy na Indonésia.

No país peninsular do sudoeste asiático, a Apple destacou que a Universidade de Tecnologia e Design de Singapura e o Instituto Real de Tecnologia de Melbourne (que oferece cursos online em Singapura) lançaram programas de desenvolvimento de apps usando o currículo da Maçã com o apoio da agência SkillsFuture e do governo local.

Ademais, a escola de educação especial Pathlight, também sediada em Singapura, será a primeira a oferecer um programa de aceleração em Swift certificado pela Apple voltado para alunos do Ensino Médio com autismo.

De acordo com a cofundadora da Pathlight, Denise Phua Lay Peng, a parceria com a Maçã “sinaliza a importância de treinar estudantes com necessidades especiais para estarem preparados pro futuro para uma sociedade em rápida mudança”.

Já na Indonésia, enquanto celebrava a formatura dos primeiros alunos da Apple Developer Academy em Jacarta, a empresa divulgou a inauguração da sua segunda academia no país, localizada na cidade de Surabaia. Além da nova unidade, a instalação de Jacarta será expandida e passará a receber 200 alunos neste ano, ante 75 em 2018.

A vice-presidente de meio ambiente, políticas e iniciativas sociais da Apple, Lisa Jackson, comemorou a expansão dos programas educativos da empresa na Ásia e enfatizou que “a educação é uma das ferramentas mais poderosas que temos para tornar o mundo um lugar melhor”. Jackson também homenageou os formandos de Jacarta ao lado do ministro da Indústria da Indonésia, Airlangga Hartarto.

Aqui está o ministro da Educação, Ong Ye Kung, com a vice-presidente da Apple, Lisa Jackson, perguntando sobre um aplicativo de jovens desenvolvedores da Escola Pathlight. Ansioso para ser parte da expansão dos programas de codificação Swift da Apple em Singapura!

Atualmente, a App Store está disponível em 155 países, atuando como uma (gigante) indústria de empregos e oportunidades ao redor do mundo. Como divulgamos, desde o lançamento da loja de apps da Maçã, em 2008, a empresa já pagou mais de US$120 bilhões para milhares de desenvolvedores de vários países.

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes