O que acham desse conceito de macOS com janelas “fixas” à la iOS?

Play

É inevitável: um dia, num futuro não muito distante, iOS e macOS vão dar as mãos e (dentro dos limites dos métodos de interação de cada um, claro) tornar-se uma coisa só. Os primeiros sinais dessa fusão já estão entre nós — basta ver os apps criados dentro do “Projeto Marzipan”. Mas e quando a coisa se aprofundar?

O designer e editor de vídeos alemão Thomas Weinreich publicou recentemente no YouTube sua visão de como o macOS lidaria com uma mudança elementar nesse processo. Segundo ele, o conceito atual de janelas flutuantes é ultrapassado — nas palavras de Weinreich, elas são difíceis de organizar e gastam espaço desnecessário na nossa tela. A solução para isso, segundo ele, seria adotar um esquema parecido ao que já temos no iOS.

Na prática, isso significaria que a liberdade total de organização que temos hoje em dia seria substituída basicamente por um modo Split View ligeiramente mais capaz. Os usuários poderiam arrastar apps para qualquer área e imediatamente dividi-los em quadrantes ou metades da tela, usando gestos com quatro dedos para fazer isso facilmente.

Uma nova tela, integrada à SpringBoard, seria o novo “ponto inicial” da experiência do Mac: ela mostraria todos os seus aplicativos e, na parte superior, teria um histórico das telas abertas com os apps e suas respectivas organizações. Você poderia modificar essas telas e navegar por elas exatamente como faz hoje, deslizando quatro dedos pelo trackpad.

No conceito de Weinreich, o Mac também ganharia janelas Slide Over, que poderiam ser evocadas ou dispensadas rapidamente com gestos de dois dedos. Em desktops, com telas grandes, as janelas ocupariam somente o espaço necessário para exibir o conteúdo de cada software e, da mesma forma, poderiam ser dispostas lado a lado ou em quadrantes.

Conceito de janelas estilo Split View no macOS

Certamente, trata-se de uma ideia polêmica: ainda hoje, um dos maiores trunfos da produtividade em um Mac (em relação a um iPad, por exemplo) é a liberdade que o usuário tem de organizar as janelas como bem entender, alternando frequentemente entre programas sobrepostos e janelas escondidas.

Uma mudança drástica como essas certamente requereria um período de adaptação bem dilatado e faria muita gente reclamar; por outro lado, considerando a tendência de “supersimplificação” adotada pela Apple nos seus sistemas, não me parece algo muito distante do que a empresa poderia adotar no futuro. O que vocês acham?

via iClarified

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes