Texture custará US$485 milhões aos cofres da Apple, diz reportagem

Já falamos aqui sobre vários aspectos da compra da Texture pela Apple — que, no fim das contas, deu origem ao novo serviço de periódicos por assinatura da Maçã, o Apple News+. Um dos pontos que ainda não tinha sido comentado, entretanto, era o valor pago por Cupertino pela empresa. Até agora.

Leia também

Uma reportagem do New York Post trouxe algumas informações sobre o assunto: de acordo com as informações apuradas, a Apple investirá, ao todo, no mínimo US$485 milhões (quase R$1,9 bilhão) na aquisição da Texture. O valor, entretanto, não foi pago de uma tacada só no momento da aquisição — os termos da Maçã são um pouco mais complexos que isso.

De acordo com a reportagem, a Apple pagou inicialmente US$100 milhões às quatro editoras que criaram a Texture — Condé Nast, Meredith, Hearst e Rogers — e à investidora que bancou o projeto, a KKR. No primeiro ano de operação do Apple News+, as editoras receberão mais um total de US$145 milhões, e nos terceiro e quarto anos mais um mínimo de US$240 milhões.

Se as informações forem reais, a Apple terá de trabalhar para conquistar uma base bem maior de usuários. O News+ teve interesse moderado do público no seu início de vida, com mais de 200.000 assinantes em 48h, mas esse número terá de se multiplicar em muitas vezes caso a Maçã queira tornar a plataforma lucrativa e não perder dinheiro com a compra da Texture.

É bem verdade que os US$485 milhões não foram gastos aleatoriamente pela Maçã — a empresa, afinal, teria todas as condições do mundo de construir um serviço do tipo do zero. O valor investido por Cupertino pode ser considerado muito mais como uma forma de se aproximar das editoras que fundaram a Texture do que um gasto com uma tecnologia propriamente dita.

Ainda assim, é bastante dinheiro e será interessante ver a Apple criar estratégias para fazer o News+ deslanchar. Vocês têm algum palpite?

via AppleInsider

Posts recomendados
Comentários

O Modo Escuro foi ativado ou desativado.
Atualize esta página para ver os comentários.


Carregar mais posts recentes