Meizu M8 e Apple iPhone: será que é preciso se preocupar?

Um amigo meu me mandou o link desta notícia e comentou:

Cara, o iPhone é uma porcaria. Em primeiro lugar, a câmera dele é de apenas 2MP. Depois, ele só tem uma câmera. Por fim, é um trambolho.

Claro, ele estava sendo irônico, visto que já apareceu o primeiro real clone do iPhone — algo previsto por todos nós, independente da previsão de disponibilidade do produto; cópias de aparelhos da Apple é o que mais têm no mercado.

Apresento-lhes, portanto, o Meizu M8, ao lado do iPhone:

iPhone e M8

O telefone possui tela touch-screen, é um pouco menor e possui resolução de 720×480 pixels, ao contrário dos 320×480 pixels do iPhone. Além disso, sua câmera traseira é de 3MP e ele ainda possui uma segunda câmera de 0.3MP na frente, que fica direcionada para o rosto do usuário. Para completar o pacote, tem Bluetooth embutido, saída para TV e roda o Windows CE. E, ah, ele possui um design (tanto exterior como a foto da interface, no exemplo) um tanto familiar, não?

Não descobri ainda se o telefone existe mesmo ou se isso é apenas um modelo desenhado via computação gráfica, e nem se é um projeto que realmente está em andamento e que se tornará realidade. Também não se fala sobre preço e nem disponibilidade no mercado, obviamente. Vaporware ou não, já é algo que pode levantar discussões, tais como a longa e interessante briga MP4 Foston vs. iPod nano.

Pra começar, falemos de algo que para muitos é fútil mas que, para o mercado como um todo, e nos dias de hoje, é muito importante. Nome. Marca. Status. Quem é que iria preferir comprar um MEIZU em vez de um APPLE? Quem se interessaria por um M8 ao invés de um iPhone? E com a reputação que a Apple já criou com o iPod, acredito que quando o iPhone chegar ao mercado ele superará todas as expectativas de vendas e irá ser ainda mais popular do que o próprio iPod. E olha que essa é apenas a 1ª geração da 1ª linha de iPhones. Muita coisa ainda vem por aí…

Também não acho o iPhone trambolhudo. Não é, claro, o menor telefone do mundo e talvez nem esteja dentro da categoria de telefones celulares “super-portáteis”, mas não é esse o mercado que a Apple quer atingir; ela nem mesmo está vendendo o produto clamando seu tamanho como um diferencial perante a concorrência. Se alguém estiver procurando um telefone bem pequeno e leve, o iPhone — pelo menos em sua primeira versão — realmente não lhe serve. Isso, nem de longe, claro, o faz “uma porcaria.”

A escolha de uma câmera 2MP para esta versão do iPhone certamente foi muito estudada e uma de maior resolução só não foi colocada por algum empecilho tecnológico ou pelo simples fato da Apple querer baratear os custos de fabricação do aparelho neste início. Eu concordo que 2MP hoje em dia já é bem pouco — meu celular atual possui câmera de 3.2MP — mas, mais uma vez, o público que quer uma câmera melhor no celular pode não ser o público que a Apple quer atingir inicialmente. Mesmo assim, 2MP é mais do que suficiente para muita gente. E digo mais: não me surpreenderia se, daqui para o efetivo lançamento do iPhone no mercado, uma das coisas que a Apple decida mudar em relação ao que anunciou no mês passado seja a sua câmera.

Uma segunda câmera frontal é uma novidade ainda no mercado e ainda engatinha, mesmo lá fora. No Brasil isso não faria sentido porque as redes não estão preparadas para permitir vídeo-conferências em celulares. Além disso, nem 3G o iPhone é, nesta sua primeira versão. Não fará falta alguma.

Outro detalhe que não podemos deixar de lado é que a tela do M8 pode ser touch-screen, mas não tem e nem nunca terá a tecnologia multi-touch — patenteada pela Apple, o que é, sem dúvida alguma, uma das coisas mais legais e que mais impressionaram no lançamento do iPhone. Querem que eu continue? Ele não tem iPod. Não tem Safari. Não roda o OS X. Pode tentar copiar, mas nunca terá uma interface (GUI) a nível do que a Apple consegue criar. E digo, com certeza, que nunca irá se integrar com o seu Mac/PC tão fácil como o iPhone irá sincronizar dados — tudo! contatos, emails, calendários, fotos, músicas… — via iTunes.

Vocês acham mesmo que é motivo para dor-de-cabeça?

Posts relacionados

Comentários