5 coisas que você NÃO deve fazer no seu Mac

O site de dicas e recomendações Mac 101 postou hoje um artigo um tanto interessante intitulado “Coisas para NÃO fazer no seu Mac” (em inglês), que eu gostaria de comentar e, em alguns aspectos, criticar. Não vou transcrever o artigo aqui, apenas resumi-lo e fazer minhas considerações.

  1. Home iconMexer e/ou renomear pastas da Home do usuário. A probabilidade de você ter problemas fazendo isso é muito grande. Não há benefício algum, por exemplo, em mover a pasta Library para o Desktop. Por isso, por que diabos a Apple não bloqueia tais ações por parte do usuário? Ou, pelo menos, para estas, além de pedir a senha de administrador, coloca um aviso grande alertando-o dos riscos existentes? O artigo cita, inclusive, casos de pessoas que renomearam a própria pasta Home! O sistema não devia sequer permitir isso. E ponto final, problema resolvido, muitas dores de cabeça evitadas.
  2. Desconectar aparelhos bruscamente. Ok, aqui não há muito o que se fazer; uma caixa de diálogo não pode aparecer na tela no momento que o usuário encosta sua mão no cabo USB do iPod, não é? Bom, a questão é que ninguém nasceu sabendo, então no caso de um desinformado desplugar algum aparelho sem antes ejetá-lo pelo sistema, o interessante é que um aviso (ou até mesmo um vídeozinho interativo, algo mais atrativo) apareça na tela explicando o que ele acabou de fazer, o que isso pode acarretar, e instruindo-o a realizar o processo de forma correta, da próxima vez. Tenho certeza que, se bem feito, os casos de esquecimento com relação à isso diminuirão bastante.
  3. Desligar o Mac de forma brusca, segurando o botão ‘Power’. Tanto quanto o anterior, não há o que se fazer quando alguém faz isso pela primeira vez achando que está seguindo os passos corretos. Porém, após a primeira, por que não um assistente interativo para mostrar ao usuário leigo como desligar o computador sem causar danos ou perdas para os seus arquivos? Depois ninguém pode dizer que não foi avisado…
  4. Mover o Microsoft Office do seu lugar original. Essa nem eu sabia. Coisas da Microsoft, claro; aparentemente, o Office depende de outros arquivos posicionados em pastas específicas para funcionar corretamente. Ou seja, você não pode escolher aonde deseja armazenar os aplicativos, uma das grandes facilidades proporcionadas pelo Mac OS X. Bom, mas deixa isso pra lá. Tal como o primeiro ítem desta lista, se a pasta não pode/deve ser movida, que o usuário seja impedido de fazê-la! Peça senha, avise e, quem souber o que está fazendo, vai mandar brasa e continuar com o processo. Ou não.
  5. Salvar arquivos por cima de outros. O artigo comenta de um recurso do Finder no qual, na tela de salvar algum arquivo, você pode clicar em algum arquivo existente — isso faz com que o nome do arquivo que está salvando seja substituído pelo clicado, aumentando as chances dele ser sobreescrito — a menos, claro, que seja isso o que você quer. Independente desse recurso, SEMPRE que um arquivo vai ser substituído uma caixa de diálogo é aberta avisando o usuário do perigo e pergunta-o se ele quer mesmo continuar ou não. Eu acho que estamos tratando, aqui, de um problema de compreensão e atenção por parte dos usuários do que qualquer outra coisa. Tá cheio de gente por aí que usa computador e acha que ele pode fazer tudo por você e toda caixa de diálogo que aparece pede um “Yes” como resposta. Esses, realmente, merecem perder teses de mestrado com essas burradas. Tenham calma e paciência que tudo dará certo.

E vocês, têm mais sugestões para complementar nossa lista?

Posts relacionados

Comentários