Greenpeace reconhece avanços para uma “Green Apple”, mas ainda falta um pouco

Green AppleO Greenpeace reconheceu os avanços que a Apple conseguiu fazer no lançamento do MacBook Air em direção à uma “Green Apple”. Porém, comentou que Steve quase chegou lá.

Segundo eles, a Apple está na direção certa para atingir seus objetivos ecológicos. O MacBook Air já excede os padrões europeus recomendados para controle do uso de mercúrio e arsênio em produtos tecnológicos. A evolução na escolha dos materiais para a placa-mãe do laptop também é um grande avanço, mas eles notam que não é o primeiro: a Sony conseguir atingir os mesmos níveis em novembro.

O MacBook Air não está completamente livre de componentes perigosos. Se a Apple tivesse conseguido lançar o produto sem nenhum desses químicos, ela teria se tornado uma líder ecológica, elevando ainda mais os padrões da indústria.

Quem sabe daqui a um tempinho, né Steve? Tomara que seja logo.

Posts relacionados

Comentários