Guia MacMagazine para iPod touch (parte 1): conectando e registrando

iPod touch Algumas pessoas ainda tem tido dificuldades em se relacionar com o iPod touch. Estão com problemas de sincronização, utilização do Wi-Fi, contas do iTunes etc. Pensando nisso, a equipe do MacMagazine resolveu montar uma série de posts que sanassem as dúvidas relacionadas ao aparelho; este é o primeiro deles.

Todas as partes desta série serão constantemente atualizadas pela nossa equipe, como forma de manter os posts com as principais dúvidas, devidamente respondidas, dos usuários e futuros compradores do iPod touch.

O Thiago Martins, da nossa equipe, postou um excelente artigo onde ele descreve as principais funções do iPhone que, como todos sabem, carrega no mesmo aparelho o poderoso iPod, da mesma forma como é visto no iPod touch. Vale conferir!

Quanto ao iPod touch, em si, digamos que, vai da sorte de cada um. O produto, quando funcionando perfeitamente, claro, é uma maravilha. Com o tempo, a maravilhosa tecnologia multitouch vai ficando despercebida, natural, digamos até, banal. Mas, basta alguns dias longe dele, ou, algum tempinho mínimo mexendo até mesmo em um iPod com click wheel que dá saudade: a tela multitouch é fantástica!

Agora, caso o usuário não tenha tanta sorte com o aparelho — como eu não tive de início — uma dose extra de paciência será necessária. Pelo menos em versões mais antigas do iTunes, como a 7.4 (mínima necessária para uso com o iPod touch), tanto com usuários de Windows quanto Mac, assim que o conectava à sua máquina, o iTunes reconhecia o touch como câmera. E isso é penoso! Mas, vou explicar como se livrar desses probleminhas, e de outros que estão, na verdade, só na cabeça de alguns leitores usuários do touch.

Seguindo a ordem de uso, desde a compra do aparelho, teremos, a partir de hoje, um guia com resoluções de problemas e dúvidas sobre o aparelho. Começaremos com os tópicos “Conectando” e “Registrando”.

Conectando

iPod touch

Certifique-se de que possui a mais recente versão do iTunes (7.6, no momento em que publicamos este artigo); isso é imprescindível. Alguns problemas, como o reconhecimento do iPod pelo iTunes como câmera, podem já terem sido definitivamente solucionados pela Apple através dessas últimas versões do iTunes.

Verifique, também, para casos de usuários Windows, se o seu computador possui, e você está usando, a porta USB 2.0. O iPod touch funciona, sim, com versão mais antiga do USB. Porém, a demora na transferência pode causar problemas a alguns usuários mais apressadinhos. Mesmo os mais calmos, USB 1.1 não é agradável de jeito algum!

Antes de pular para a etapa registro, caso algum usuário tenha tido problema com o reconhecimento do touch pelo iTunes, sugiro uma reinstalação do software. Atente para a versão, claro, mas, mesmo que você já tenha a versão 7.6, atualmente a última, a reinstalação é recomendada. Um dos problemas que usuários do touch, como eu, já presenciaram, foi de o iTunes reconhecer o touch como um iPhone, e informar incompatibilidade com o hardware. Nesse caso, o iTunes recomenda a sua própria reinstalação.

Nessa etapa uma coisa tem que acontecer: instalação do Apple Mobile Device. Após o lançamento do iPhone, claro, o Apple Mobile Device passou a incluir a especificação necessária para o iPhone, porém, ocorre um erro no iTunes onde o mesmo software embutido no iTunes não é instalado definitivamente, ou sua instalação se dá de modo incorreto.

Apple Mobile Device

O Apple Mobile Device pode ser acessado, em caso de usuário de Windows, através do Instalar e Desinstalar Programas, no Painel de Controle, embora ele não exista como programa acessível.

Registrando

Se você passou por todas as etapas anteriores e, mesmo com problemas iniciais, chegou aqui, na parte do registro, siga em frente calmamente. O iTunes, por padrão, pedirá para você vincular o seu novo iPod à uma conta iTunes Store correspondente. Porém, como o produto é vendido internacionalmente e em países que não possuem a iTunes Store, você poderá registrar sem ser um usuário da loja. Para isso, há um botão de criar registro sem a conta.

Para aqueles que não querem cadastrar o seu aparelho ao seu nome, não é preciso se preocupar: o iPod, ao contrário do iPhone, não vem bloqueado para uso mediante registro prévio. Para usar o seu iPod touch, ao contrário dos outros iPods, que você já acessava — embora sem músicas — o seu sistema, no touch você terá que conectá-lo ao iTunes uma única vez. Quando você compra o touch, e liga ele, ele vem com o símbolo do cabo de dados dele, indicando que deverá conectar ao iTunes, somente. Depois disso, ele estará liberado para uso, devendo, portanto, fazer a sincronização de músicas.

Na tela do iTunes, você pode, inclusive, clicar em registrar depois, e, portanto, terá todo o seu iPod ao seu bem entender, devidamente liberado. Porém, a cada vez que você conectá-lo ao computador, terá que clicar em registrar depois, ou, fazer o registro de uma vez por todas.

Essa etapa, entretanto, é importante para os usuários que já possuem conta no iTunes para, dessa forma, liberar o serviço iTunes Wi-Fi Store, onde poderá comprar músicas diretamente para o iPod. Porém, é necessária uma conta com cartão de crédito americano para a compra de músicas. A conta no iTunes sem vínculo com cartão, abre uma vantagem aos usuários: lhes permite baixar automaticamente capas de álbuns direto da iTunes Store e pode-se baixar os arquivos que estiverem gratuitos na loja, como o Free Song of the Week, onde, toda semana há uma música de algum artista escolhido pelo iTunes.

Confira todos os artigos desta série:

Posts relacionados

Comentários