Resenha: AutoPano, um software só para construção de imagens panorâmicas

Ícone do AutoPanoEssa dica vem em um tópico do nosso FÓRUM criado pelo filipesmg. Demorei um pouco, mas finalmente testei o AutoPano, e posso dizer: valeu a pena. O programa faz o que se propõe de forma bastante produtiva e profissional: criar imagens panorâmicas.

Usuários do Adobe Photoshop logo lembrarão de um recurso embutido no editor, o chamado Photomerge. Sim, ele serve exatamente para isso e, especialmente em sua versão CS3, a coisa melhorou bastante: a composição de fotos está simplesmente perfeita. Abaixo, mostrarei um exemplo de um panorama sendo montado nos dois programas, mas primeiro permita-me falar sobre as vantagens do AutoPano.

Instalador do AutoPano

Instalador do AutoPano

Para começar, ele é um software especializado e direcionado para esta tarefa. Por isso, é bem mais leve, objetivo e eficiente que o Photoshop. Além disso, em sua própria interface (esta sim, merece algumas melhorias, eu diria — mas nada que comprometa a sua usabilidade) você pode fazer todos os ajustes que necessita para deixar o seu panorama do jeito que precisa.

O AutoPano faz detecção automática de panoramas (mesmo se você tiver vários em uma mesma pasta, ele os separa por grupos), correção de cores e exposição, remoção automática de fantasmas (para o caso de uma pessoa se mover entre imagens, por exemplo), correção de lentes olho-de-peixe, rotação, crop automático, definição do centro da imagem e muito mais.

Ele serve até mesmo para juntar imagens internas, à lá vídeos QuickTime VR. Os usuários avançados adorarão saber que ele oferece diversas opções complexas para união das fotografias, que eu mesmo pouco entendo.

Pois bem, vamos ao que interessa: o meu teste. Para realizá-lo, bati hoje de manhã 6 fotos da varanda aqui da minha casa, usando a câmera de 3.2-megapixels do meu celular, um Sony Ericsson K790i.

São elas, sem qualquer manipulação (inclusive no estado original de rotação):

Foto para panorama

Foto para panorama

Foto para panorama

Foto para panorama

Foto para panorama

Foto para panorama

Vamos começar pelo nosso velho e conhecido Photoshop. Para quem nunca usou, o recurso Photomerge encontra-se no menu File » Automate, confira abaixo:

Menu do Photomerge

Na caixa de diálogo que se abre, entramos no grande diferencial entre o PS e o AP — permita-me chamá-los desta forma, daqui em diante. O Photomerge só oferece as seguintes opções de configuração do panorama:

Janela do Photomerge do Photoshop

Janela do Photomerge do Photoshop

Depois de clicar em ok, o que você obterá é uma imagem pronta, somente separada por camadas, mas o processo todo de arrumá-la vai depender, é claro, das suas habilidades com o editor.

Confira abaixo (clique na imagem para ampliá-la) o resultado do processo via Photomerge. A imagem, por enquanto, foi apenas rotacionada 90º para a direita:

Panorama no Photoshop

Agora, o mesmo panorama, tratado no Photoshop:

Panorama tratado no Photoshop

Bastante satisfatório, mas trabalhoso, demorado. Como será que a mesma coisa funciona via AutoPano? Apresento-lhe sua interface:

Interface do AutoPano

Interface do AutoPano

Basicamente, o lado esquerdo indica arquivos e pastas selecionadas por você. No lado direito, ele já mostra os panoramas identificados, com uma pré-visualização. A partir daí, você pode optar por gerá-los imediatamente ou, se preferir, abrir uma janela de edição avançada:

Edição avançada no AutoPano

Edição avançada no AutoPano

Nesta janela, você realiza todas as correções e ajustes que forem necessários no seu panorama. Abaixo, mostro-lhes ele sem qualquer ajuste, mais uma vez apenas rotacionado 90º em sentido horário:

Panorama no AutoPano

Agora, o panorama tratado, com os recursos oferecidos pelo AutoPano:

Panorama tratado no AutoPano

Na minha opinião, o resultado — tanto na imagem quanto pensando no lado da produtividade — é bastante superior. E isso levando em consideração que utilizei os recursos e configurações básicas do programa. Quem tem experiência com todos os parâmetros e atributos disponíveis certamente conseguirá resultados ainda melhores.

O AutoPano, como pode ter imaginado, não é gratuito; ele custa €99. Porém, há uma versão de demonstração disponível para download. E o que é melhor: ele possui versões para Mac OS X, Windows e Linux.

Posts relacionados

Comentários