Adobe abandona desenvolvimento do GoLive

Adobe GoLiveUma das conseqüências da fusão da Adobe com a Macromedia em 2005 se concretiza hoje: o GoLive está saindo do mercado, deixando seu lugar única e exclusivamente para o Dreamweaver.

O GoLive começou como CyberStudio, um dos primeiros editores What You See Is What You Get (WYSIWYG) para a web, até então principal produto da GoLive Systems, uma fabricante de softwares alemã. A Adobe adquiriu a empresa em 1999 e rebatizou o editor com o seu próprio nome.

Desde a versão 9 do GoLive, muitos desenvolvedores viram-se atraídos pelo Dreamweaver devido ao seu extenso suporte para tecnologias como AJAX e CSS Starter Points. A criação da Macromedia também suporta conteúdos dinâmicos, algo que o GoLive nunca fez.

O produto continuará sendo apoiado via tutoriais online e assistentes de migração criados por experts na área, e todos os usuários registrados do GoLive podem fazer o upgrade para o Dreamweaver por US$199.

Posts relacionados

Comentários