Steve Jobs entra na lista Time 100 das pessoas mais influentes do mundo

Ao lado de grandes nomes como o Dalai Lama, o co-fundador da Microsoft Paul Allen, seu CEO Steve Ballmer e até mesmo Mark Zuckerberg (criador do Facebook) e o famoso blogueiro de tecnologia Michael Arrington, Steve Jobs entrou para a lista Time 100 das pessoas mais influentes do mundo.

Parece que a nossa humilde ajuda favoreceu Jobs, pois o mesmo pulou da posição 198 (durante as votações) para a posição de número 82.

Time 100 list

Barbara Kiviat escreve para a Time sobre Steve Jobs:

Jobs pode ser um CEO celebridade, mas ele não pula de aviões nem passeia pela África cheio de dinheiro. Ele está sempre bem apresentado e com um bom discurso, tanto que paródias de televisão sempre brincam com o lançamento de um novo iProduto. Jobs é visto como mercurioso, egomaníaco, um micro-gerente. Se isso soa como um CEO que cumpre o seu dever, talvez seja porque ele é, realmente, um baita de um CEO.

Foi Jobs — e não o outro Steve, o Wozniak — que se focou nas vendas do primeiro computador Apple, esforço que a levou a US$24 bilhões em vendas anuais, com mais de 22.000 empregados. O valor das suas ações cresceu mais de 70% só no último ano.

A estratégia de Jobs difere dos seus rivais a partir do momento em que ele ignora o market-share global no qual está inserido em prol da venda para um grupo específico de consumidores que se torna mais lucrativa, oferecendo-lhes o que eles querem: um bom exemplo é o recém-lançado MacBook Air.

[Via: Macworld UK.]

Posts relacionados

Comentários