Celulares com Android somente no final do ano, diz Google

Google AndroidEm novembro do ano passado, o Google anunciou que os primeiros smartphones com o Android chegariam ao mercado no segundo semestre desse ano. Mas algumas empresas parceiras do Google na Open Handset Alliance, que trabalham juntas no desenvolvimento do Android, não conseguirão cumprir esse prazo, e levará mais tempo que o esperado para esses primeiros dispositivos aparecerem.

As operadoras parceiras da gigante da web não possuem planos de lançar smart-phones com a plataforma. A T-Mobile nos Estados Unidos diz que só lançará smart-phones com o Android a partir do quarto trimestre desse ano. Já a Sprint e a China Mobile tinham grandes planos para a plataforma móvel do Google ainda no terceiro trimestre, mas algumas fontes dizem que ela não aparecerá em dispositvos móveis dessas operadoras até o final deste ano.

A Sprint não tinha planos de lançar um smart-phone baseado diretamente na plataforma móvel do Google, e sim desenvolver uma marca própria de serviços baseada em seu sistema operacional para execução em sua atual rede 3G. Esses planos ainda serão concretizados pela operadora, mas apenas através de um dispositivo móvel que opere na futura rede 4G da operadora.

Já a China Mobile tinha antecipado um aparelho portátil baseado em Android para o terceiro trimestre. Mas, no momento, as maiores dificuldades da operadora estão em integrá-lo aos atuais serviços de dados oferecidos aos seus mais de 400 milhões de clientes, bem como adaptar o sistema operacional ao idioma chinês, algo longe de ser concretizado por enquanto.

Como se não fosse suficiente, o Android não possui grande apoio de desenvolvedores para dispositivos móveis, o que torna difícil a adoção de aparelhos da plataforma sem a possibilidade de estender seus recursos com uma grande variedade de softwares de terceiros. Segundo um desenvolvedor entrevistado pelo The Wall Street Journal, “é difícil desenvolver programas na plataforma enquanto o Google faz tantas alterações em seu software com o passar do tempo”.

Mas as dificuldades pelas quais a plataforma está passando não são provenientes apenas das operadoras ou da falta de desenvolvedores. Seria difícil colocar no mercado aparelhos com Android já no próximo trimestre. O iPhone 3G é a principal razão disso. O grande número de desenvolvedores que demonstraram interesse pelo gadget da Apple até o momento, somado à grande expectativa de lançamento do aparelho pelo mundo até o fim do ano, não fariam o Android ter um bom começo no mercado se algum aparelho móvel fosse lançado com ele logo no próximo trimestre, segundo alguns analistas.

[Via: AppleInsider.]

Posts relacionados

Comentários