Resenha: Dropbox, o iDisk para o resto de nós

Ícone do DropboxConheci hoje através do meu amigo Thiago Martins o Dropbox, novo serviço de armazenamento e compartilhamento de arquivos online. De início, logo pensei: “ah, não passa de mais um RapidShare/SendSpace com cara bonitinha.” Ledo engano!

Comecemos do começo: o Dropbox, além de oferecer uma interface muito mais clean e intuitiva, não é infestado de propagandas. Além disso, ele está, por enquanto, fechado por convites em fase beta privada. Terceiro e grande diferencial: sua interface não é só via web: ele possui aplicativos, hoje disponíveis para Windows e Mac OS X — e em breve também para Linux.

Após se cadastrar no serviço com o seu código beta, é preciso baixar e instalar o aplicativo na sua máquina, que fará o trabalho de conectar o seu computador à conta Dropbox. Já pensando no que a Apple vem fazendo para o Mac OS X Snow Leopard, achei o software bem pesadinho para o que se propõe: instalado, pesou 25.4MB na minha máquina.

Mas o que faz esse programinha de tão especial? Basicamente, ele integra o Finder ao Dropbox, tal como Mac OS X é, nativamente, integrado ao .Mac MobileMe via iDisk. Portanto, podemos dizer que o Dropbox é um “iDisk para o resto de nós” — e para usuários de Windows, também!

Ícone do Dropbox na barra de menus do Mac OS X

Depois de ligar a sua conta ao Mac, você terá acesso a um menu do Dropbox na barra de menus do Mac OS X, que dá rápido acesso à sua pasta de arquivos e te mostra o quanto de espaço você está usando na conta. Por enquanto, o serviço oferece 2GB, o que é muito bom, já que ele é gratuito.

Dropbox no Finder do Mac OS X

No Finder, o Dropbox aparece na sidebar, como uma pasta comum. Originalmente, ele oferece duas sub-pastas integradas a serviços oferecidos por ele: Photos — que possibilita a geração automática de álbuns online (criei um de exemplo, para você conferir) — e Public — para rápido compartilhamento público de arquivos.

Menu contextual em pasta do Dropbox

Você não precisa ficar restrito ao compartilhamento público, é claro. Clicando com o botão direito do mouse (ou com Ctrl) em qualquer pasta, é possível compartilhá-la com quem quiser, simplesmente digitando o email da pessoa.

Atualizações no Dropbox

O trabalho e edição de arquivos nas pastas e sub-pastas Dropbox é automática e constantemente sincronizado com seus servidores. O processo é instantâneo ao ponto de você poder atualizar a sua página de informações de conta no site do Dropbox e ver a lista de ações do que realizou com detalhes do tipo “há 2 segundos”.

Ícones DropboxTodas as pastas e arquivos listados dentro da sua Dropbox possuem um ícone de visto verde, que indica que o arquivo está sincronizado com o servidor. Sempre que fizer uma modificação ou arrastar um novo arquivo para lá, um ícone azul com duas setinhas em círculo indicará que o arquivo está sendo sincronizado com o servidor.

A velocidade do processo depende da sua conexão, mas eu o achei bastante ágil na minha ADSL de 1Mbit down/300Kbps up. O bacana é que o programa está configurado para só utilizar até 70% da sua capacidade de upload, evitando que ele comprometa a sua navegação. Em uma futura versão, eles esperam possibilitar ao usuário configurar essa porcentagem manualmente.

A Evenflow Inc., empresa responsável pelo desenvolvimento do serviço, preocupa-se muito com a segurança e o armazenamento dos arquivos dos usuários. Por isso, o Dropbox faz uma cópia de todos os arquivos armazenados por lá, mesmo que eles sejam modificados ou deletados.

Isso significa que, se você estiver trabalhando em um documento do Pages, por exemplo, poderá a qualquer momento visualizar uma versão que salvou há 2 semanas, por exemplo. Ainda assim, o sistema é avançado o suficiente para só copiar o que realmente mudou de um arquivo para o outro, economizando espaço em disco.

O Dropbox está em fase beta, como falei, mas já o acho simplesmente fantástico. A integração com o Mac OS X (que deve ocorrer de forma semelhante no Windows, graças a Deus não pude testar) oferece um diferencial esplêndido. Torço para o sucesso da iniciativa e a acompanharei de perto, contribuindo como puder.

Se um dia ele vier a se tornar pago (de preferência com mais espaço em disco para os usuários), I’ll be there. O FAQ do serviço revela que a estrutura de preços ainda não foi definida, mas quem participar desta fase beta terá alguns benefícios adicionais. A previsão é de que pelo menos 1GB de espaço continue sendo oferecido gratuitamente.

Se você chegou até aqui, parabéns. Agora você tem tinha o direito de concorrer a um dos 10 convites que tenho tinha para o Dropbox. Basta comentar neste artigo mostrando o seu interesse e usando um email válido, para onde o enviarei. É bom correr! 🙂

Atualização (26/06/2008 às 18:01): os 10 convites que eu tinha já foram enviados para os 10 primeiros que pediram. Obrigado, pessoal!

Posts relacionados

Comentários