Mozilla lança primeira versão alpha do Firefox 3.1, com novidades

Como previsto, a Mozilla disponibilizou esta semana o Firefox 3.1a1, de codinome Shiretoko, seguindo a tradição de usar nomes de parques para as versões de teste do navegador. A nova versão vem com pelo menos dois recursos novos bastante interessantes para o usuário final.

A novidade mais visível é o novo comportamento do atalho Ctrl + Tab, que recebeu um visual semelhante ao Command + Tab do Mac OS X, com miniaturas das janelas em um fundo preto semi-transparente. Assim, a coisa fica bem interessante e, com certeza, consome menos processamento na transição.

Janela de Control+Tab do Firefox 3.1a1
Janela de Ctrl + Tab do Firefox 3.1a1

Outro novo recurso, um pouco mais avançado, diz respeito à Smart Location Bar. Muitas pessoas que usavam o Firefox 3 estavam reclamando que ela mostrava coisas demais nas filtragens — buscas, histórico de endereços, bookmarks e tags contendo URLs e títulos dos sites.

Nesta versão, a Mozilla introduziu alguns operadores para filtrar a busca. Por exemplo, agora pode-se, através do sinal +, fazer uma busca apenas pelas tags; usando *, você filtra por bookmarks; para o histórico, basta usar ^. Pode-se também alternar entre buscas apenas pela URL — com o operador @ — ou apenas pelas tags/títulos — com o operador #. Todos eles podem ser modificados através do about:config do Firefox (apenas usuários avançados devem se aventurar nisso, é claro).

Filtros de Busca da Smart Location Bar
Filtros de busca da Smart Location Bar

Outras melhorias não menos importantes — e bem mais transparentes ao usuário final — são:

  • Melhorias no suporte aos padrões da internet;
  • Suporte a API de texto no elemento <canvas>;
  • Suporte a border-image do CSS3;
  • Suporte a JavaScript Query Selectors.

Para testar o Firefox 3.1a1, basta fazer o download aqui. Lembre-se de que esta é uma versão de testes e, como tal, está sujeita a muitos bugs e instabilidade! Enquanto eu escrevia este artigo, o meu Firefox 3.1a2pre deu crash e, graças a Deus, conseguiu recuperar cada vírgula do texto que você acabou de ler.

[Via: MacNN.]

Posts relacionados

Comentários