iPhone ou iJesus-phone?

Aos Apple-maníacos católicos de plantão, uma boa notícia: o iPhone é bem visto por Jesus. Quem garante é o leitor Juliano Sacramento, que há poucos dias foi fotografar um batizado e se deparou com a seguinte imagem, logo quando entrou na Igreja São José, no centro de Belo Horizonte (MG):

Diz o cartaz: “Ao entrar na Igreja, DESLIGUE o celular e se LIGUE em JESUS!” Hehehe. Depois da iGod (iGreja?) e do podcast The Church of Mac, é difícil negar o ícone religioso que já se tornou o telefone da Maçã. Veja só:

  • Há pouco mais de um ano, o lançamento do primeiro iPhone, em 29 de junho de 2007, ficou conhecido como “iDay” por adoradores da Apple.
  • Tanto no ano passado quanto desta vez com o iPhone 3G, filas e mais filas se formaram em lojas da Apple do mundo todo para a compra do aparelho.
  • Até mesmo Steve Wozniak, co-fundador da Apple, optou por ficar na fila pelo iPhone 3G, só “pela experiência.”
  • Logo antes de baterem as 18 horas, os funcionários da Apple realizaram contagens regressivas mais animadas, em alguns casos, do que as da virada de 31 de dezembro de 1999.
  • Os primeiros compradores de iPhones saíram das lojas debaixo de torcida, como se fossem heróis, e orgulhosamente levantaram seu troféu iPhone para as câmeras.
  • Nunca as pessoas esperaram e lutaram tanto por um produto relativamente caro, como o iPhone. A Apple afirma que 1 milhão deles foram vendidos só no primeiro final de semana.

Está mais do que comprovado que o iPhone é algo além de um simples celular. 😛

Posts relacionados

Comentários