Detalhes sobre os futuros processadores Nehalem da Intel

Na semana passada, durante o seu fórum para desenvolvedores, a Intel realizou alguns anúncios que detalharam atuais e futuros planos relacionados com suas tecnologias de processadores móveis. Muitas das novidades deverão chegar a laptops da Apple em breve, é claro.

De acordo com Dadi Perlmutter, gerente geral do Mobility Group da Intel, notebooks topos-de-linha com os últimos chipsets da empresa já suportam configurações quad-core. Os primeiros laptops com quatro núcleos deverão chegar ao mercado dentro de um mês, mas eu duvido muito que os MacBooks Pro aguardados para setembro já tragam esta novidade. Pelo histórico da Apple, podemos pensar em algo assim para até março/abril de 2009.

A fabricante também focou-se bastante na migração para os chips Nehalem. Sua próxima geração portátil é conhecida hoje como “Calpella” e deverá “deixar os sistemas atuais no chinelo”. A Intel revelou uma nova tecnologia nos processadores Nehalem, chamada “Turbo Mode”: ela permitirá que processadores desliguem núcleos inutilizados para aprimorar o gerenciamento de força, aumentando a vida útil da bateria de notebooks. Todo o processo será realizado no próprio hardware.

Laptops com o Nehalem também contarão com a integração de um controlador de memória e núcleo gráfico na CPU. A novidade elimina a necessidade de um chipset gráfico integrado e deverá aprimorar a sua performance — claro, longe de alcançar a potência de um hardware de vídeo dedicado.

Os chips Nehalem suportarão de dois a oito núcleos e sua velocidade será aprimorada com a tecnologia QuickPath Interconnect (QPI), que integra o controlador de memória e proporciona um canal para chips e componentes do sistema se comunicarem mais rapidamente. Todos eles serão compatíveis com memórias DDR3 e incluirão um cache L3 compartilhado de 8MB.

A versão para servidores dos chips Nehalem chegará ao mercado ainda este ano; o modelo portátil, porém, só estará disponível no segundo semestre de 2009.

[Via: MacRumors.]

Posts relacionados

Comentários