Brasigo: tire todas as suas dúvidas num projeto 100% tupiniquim

Qual sua dúvida?

Ontem (já virou o dia, hehe), foi apresentado à imprensa o mais novo produto brasileiro da internet: Brasigo, da WebCo. Eu, em nome do MacMagazine, fui até lá conferir de perto essa novidade para todos vocês.

Qual sua dúvida?
Qual sua dúvida?

Disposto a preencher o vazio que existe na Web 2.0 para o usuário brasileiro, o Brasigo, 100% gratuito e 100% brasileiro, deseja criar e compartilhar o conteúdo criado pelos próprios usuários em língua portuguesa e fortalecer a idéia da “cor local” no serviço. Para isso, pretende atender às particularidades do usuário brasileiro — um povo mais sociável, mais curioso, que gosta de interagir e de se comunicar o tempo todo. O apelo será para a geração de conteúdos em português totalmente ligados à cultura brasileira — será a nossa cor na web.

O lema do Brasigo é “agregar e descobrir”: baseado no sistema de perguntas e respostas (alguém aí lembrou do Yahoo!?), ele traz como diferencial o perfil que cada usuário cria, com foto e preferências — o que possibilita um conhecimento maior de quem perguntou/respondeu —, e gera interação e busca de conhecimentos entre os participantes. Apesar dessas características, o Brasigo não pretende rivalizar nenhuma rede social: para eles, o perfil do usuário tem como finalidade possibilitar a geração de um conteúdo cada vez mais próximo das suas preferências.

Bom, lá tem de tudo: desde “Quem conseguiu comprar ingresso pro show da Madonna?” a “Você sabe ouvir críticas (construtivas)?” e, até, “Quantas horas trabalha uma comissária de bordo?” — tudo com divisão por tags e uma interface bem bacana, limpa e, por enquanto, sem anúncios. A idéia, segundo Manoel Lemos, fundador da WebCo, é fortalecer o produto, estabelecer a marca e oferecer um serviço diferenciado antes de pensar no ganho com publicidade. Aliás, o Brasigo não pretende investir em nenhum marketing tradicional; sua intenção é atrair usuários via marketing viral e indicações boca-a-boca — afinal, o que é bom tem que ser divulgado.

Quem perguntar no Brasigo vai notar que o site oferece ferramentas para o usuário contextualizar sua dúvida da forma mais abrangente possível, por meio de tags e categorias. Também é possível indicar a qual região exata do Brasil sua pergunta se refere ou a qual país, caso ela seja sobre uma nação específica. Tanto a pergunta quanto a resposta podem ser avaliadas por outros usuários: é essa avaliação que gera a qualificação do conteúdo, preocupação constante da WebCo — eles utilizam um filtro para eliminar conteúdo explícito e palavrões, vetar o racismo, difamações e pornografia. As leis de direitos autorais (copyright) valem nesse espaço também, e quem for pego as infringindo será denunciado e banido do site.

Hoje, os segmentos mais populares (“tops”, segundo chamaram) do Brasigo — com cerca de 1.000 usuários já cadastrados —, são família, relacionamento e namoro. É, esses três sempre geram muuuitas dúvidas! 🙂

Outro produto da WebCo mais conhecido pelo internauta é o BlogBlogs, serviço gratuito de indexação e busca de blogs na língua portuguesa (o MM está lá!). No momento, o site tem 200 mil blogs cadastrados e 2 milhões de posts indexados.

E aí? Já pensou numa pergunta pra colocar no Brasigo? Não deixe de dar uma conferida.

Posts relacionados

Comentários