De graça, até injeção na testa! XI

Eis que, a meu ver, a iTunes Store guardou uma surpresa para esta semana: pode ser que eu tenha pouca percepção, mas as palavras Music Video of the Week saltaram como uma novidade, logo que acessei a loja hoje. Será? Será que, além das três músicas agora teremos um vídeo musical semanal? Bem, se os dizeres do pessoal da loja forem um bom termômetro (“Each week we find a video…“), então sejam bem-vindos, vídeos! Preciso de mais espaço para guardá-los… Bem, vamos às músicas e ao vídeo de hoje! 😀

Toda semana encontramos uma faixa de um artista ou banda de que gostamos e a trazemos até você, gratuitamente, como nosso Single of the Week. O zum-zum da noite passada esfriou e esta dupla do Brooklyn está aqui para narrar uma queda ao fundo do poço. O mote inicial de “Detroit” pode ser sombrio, mas esta faixa de indie-rock brilha — o que cai bem para um grupo que se chama Black Gold. Siga os versos desnudos até os refrões vivazes, levados pela harmonia, e segure-se até o verso final, com seu carrossel de pianos e pratos.

Com um ar de nostalgia deliciosamente mellow, “Detroit” (link para a iTunes) não chega a ser uma música obrigatória, mas sem dúvida é uma adição feliz a qualquer biblioteca. Não sei como (nem se) isso é possível, mas o embalo consegue ser, ao mesmo tempo, relaxante e estimulante. Os instrumentos e vocais soam como um flashback da década de 80 — a qual eu não odeio, apenas considero sempre haver espaço para inovações, em detrimento de ressurreições da nostalgia. No fim das contas, a iTS conseguiu foi enfiar um ótimo spoiler na descrição da música, pois o clímax dela é exatamente o trecho final, que conta com um dos meus recursos musicais favoritos: a paradinha. Estragaram uma agradável surpresa… IMHO: 3/5 Divertida, entusiasmante, relaxante, interessante. 😉

Nosso Discovery Download põe em foco um gênero diferente a cada semana, oferecendo gratuitamente uma faixa que julgamos merecer sua atenção. Este trio do Tennessee recebeu o nome 33 Miles em deferência à vida de Jesus, que teria vivido apenas 33 anos. Tirar o máximo de nosso tempo na Terra é um pensamento que percorre esta faixa do seu álbum de estréia auto-intitulado. “One Life to Love” carrega alguns acordes de country por baixo de suas aspirações a gospel e rock clássico.

“One Life to Love” (link para a iTunes) é uma bela música que fala sobre coisas das quais muitas vezes esquecemos, que nos mostra o que é realmente importante e que tenta mudar nossas vidas. Ouvindo, prestando atenção à letra e vendo a arte do álbum, tive quase um dejá vu: serão descendentes do Savage Garden? Terão eles ouvido “Two Beds and a Coffe Machine” demais? Enfim, é uma faixa interessante, mas o estilo dos vocais (apesar de bem executados) me deixou muito insatisfeito: no meio de toda a mensagem, 33 Miles soa mais como uma boy band — o que, em alguns pontos, é bom, mas um dos vocalistas lembra o Zezé Di Camargo. 🙁 IMHO: 2/5 Música bonita, mas sem muita identidade; não me comoveu.

Este grupo sul-americano está junto desde o fim dos anos 90, construindo sua fama usando o nome mais extravagante de Orgasmic Bliss. Influenciado pelo rock alternativo pós-punk, sombrio e carrancudo dos anos 80, Volumen Cero criou uma nova versão para estes tipos de som ao adicionar seus próprios toques. “El Mar” é uma faixa crua e expansiva, pontuada por guitarras trêmulas e uma atmosfera noir.

Não se espante se “El Mar” (link para a iTunes) não te impressionar: não há surpresas aqui. Caso você se sinta confortável com um clima de rock e rebeldia bem ao estilo da Armação Ilimitada, então essa falta de surpresas será bem vinda. Há certos toques que, a meu ver, são um pouco infelizes: a repetição de “El mar, el mar, el mar” no refrão é um pouco chata e os efeitos sonoros de jogos do Mega Drive teoricamente funcionariam, estou certo de suas boas intenções, mas… não funcionaram. Acaba que temos um rock sem maiores destaques. IMHO: 1/5 Sem graça, mas é de graça…

Toda semana encontramos um vídeo de um artista ou banda de que gostamos e o trazemos até você, gratuitamente, como nosso Video of the Week. Fonzworth Bentley se entrega às suas maiores fantasias de Temptations/Four Tops no vídeo de “Everybody”. Com seu super grupo, C.O.L.O.U.R.S (também conhecidos como Cool Outrageous Lovers of Uniquely Raw Style [Legais e Ultrajantes Amantes do Estilo Unicamente Puro]), Bentley despe a concorrência com seu rap ágil, seus passos de dança suaves e um reforço de Kanye West, Andre 3000 e Sa-Ra.

Andre 3000!! *fanboy squeal* Man, I love this guy! Bem, a-ham, sem dúvidas o Fonzworth Bentley (diz três vezes, bem rápido!) contou com altos apadrinhamentos uma mãozinha para fazer “Everybody” (link para a iTunes) sair tão divertido quanto foi. Tudo bem, a originalidade está em baixa, pois este vídeo parece muito com uma espécie de Hey Ya! 2: A Missão, mas infinitamente menos grudento. Trata-se de um vídeo tão bobo que chega a divertir — coisas de Andre 3000… A música não é de todo má: ela contrabalança a atmosfera de quase comédia com uma letra sexy… Se bem que a Shakira contrabalança letras quase comédia com um clima super sexy nos vídeos, acho que por isso ela faz mais sucesso. 😛 IMHO: 3/5 Vídeo divertido, música legal… valeu o download! 😀

Será que a tendência continua? Teremos agora, toda semana, um vídeo gratuito para baixar? Assim fica fácil demais, conseguir babilhões de downloads para se vangloriar, né, iTunes?! …Continue assim! 😉

Semana que vem, estarei aqui outra vez. Até lá! 🙂

Caso você ainda não seja cadastrado na iTS americana, recomendo a leitura deste post.

Posts relacionados

Comentários