Séries da CBS completas no YouTube! Ahn, quer dizer: mais ou menos…

O YouTube anunciou na última sexta-feira (10/10) que passará a exibir séries completas do arquivo da CBS. Entre os seriados oferecidos, estão pérolas como: Star Trek, MacGyver e Bervely Hills 90210 (Barrados no Baile, para muitos!).

A idéia por trás da iniciativa é criar venda de espaço publicitário com o oferecimento de uma programação profissional de vídeos. E, pelo acordo firmado entre as duas empresas, a receita gerada com essa venda será dividida entre o Google e a CBS. Mas como isso acontecerá? A CBS, por ter produzido as séries, tem direito a mais; ou o YouTube, por veicular, merece mais? As letras miúdas dessa negociação ainda não foram divulgadas.

Resumindo: sem precisar fazer download ou pagar pelo conteúdo, qualquer um com uma internet decente (incluindo os donos de iPhones) pode assistir aos episódios completos das séries mais antigas e famosas, apenas acessando o YouTube. Atualmente, a duração máxima dos vídeos postados fica em torno de 10 minutos; já nessa proposta de episódios full-length de TV, ela ficará com a mesma duração original: de 20 a 48 minutos.

Mas essa idéia de exibir séries completas for free não é novidade, não. O YouTube acaba de invadir a área dominada pelo Hulu, que já oferece episódios completos de várias séries e desenhos atuais. O diferencial proposto pelo Google seria o de oferecer as produções antigas e conhecidas, o que chamaria a atenção de um público saudoso para revê-las.

Assim, é possível assistir novamente como a Kelly era bitch, como o MacGyver salvava o mundo munido apenas de taças, um barbante e goma de mascar, e — preciso falar algo? — Star Trek, OMG!

Mas nessa hora a música de fundo dá pau, as luzes se apagam e digo pra vocês (porque o MacMagazine foi verificar se era tudo isso) que o Google deu uma de John Armless, porque não é citado no comunicado oficial que apenas alguns países têm acesso a esse conteúdo da CBS… Nós, tupiniquins, só conseguiremos assistir a ele via artifícios como proxies da vida, meus caros.

Nhééé pro Google! 😛

Posts relacionados

Comentários