Novos MacBooks Air também aprimoram a reprodução H.264, reduzem aquecimento

MacBooks Air de 1ª e 2ª geração, lado-a-lado

Conforme reportamos anteriormente, a nova linha de MacBooks com processadores gráficos NVIDIA reduz drasticamente o uso de CPU durante a reprodução de vídeos em H.264, tendo em vista que a Apple habilitou o uso de aceleração de hardware para reprodução multimídia nas novas máquinas. A novidade é que o mesmo se aplica aos novos MacBooks Air, além dos MacBooks e MacBooks Pro:

MacBooks Air de 1ª e 2ª gerações, lado-a-lado
MacBooks Air de 1ª e 2ª gerações, lado-a-lado

De acordo com testes realizados pelo MacRumors, os ganhos em performance na reprodução de vídeos H.264 nos novos Airs contribuem diretamente para uma redução no aquecimento das máquinas — motivo de críticas constantes em sua primeira geração.

Na imagem acima, você confere um MacBook Air de 1ª geração com processador de 1,6GHz e outro de 2ª geração com chip de 1,86GHz. A diferença de temperatura entre as máquinas chegou a incríveis 10ºC — enquanto o modelo mais novo rodava a 800MHz e o antigo a 1,4GHz. O motivo disso é que a GPU — e não a CPU — passa a ficar responsável pela maior parte da reprodução multimídia.

Para a Apple, o bacana é que o formato de vídeo H.264 é o que ela utiliza para codificar todo o conteúdo de vídeo (incluindo trailers de filmes) da iTunes Store — ou seja, a novidade beneficiará uma grande parte dos seus consumidores.

Posts relacionados

Comentários