Positivo rejeita oferta da Lenovo

Logo da Lenovo

Como informamos há algum tempo, o Departamento de Relações com Investidores informou que a Positivo recebeu, sim, uma proposta de compra da Lenovo, para vender sua maioria societária a um valor de R$18 por ação. A proposta foi avaliada e descartada, por não ser interessante a longo prazo. No mesmo comunicado, descartou-se a possibilidade de alteração dos termos da proposta já feita, não sendo possível chegar a um acordo neste momento.

Publicidade

Logo da Lenovo

Para o analista da Ágora Investimentos, Allan Cardoso, a oferta de R$18 por ação é interessante e indica que a Positivo informática está bastante valorizada em seu mercado. “Considerando um cenário muito bom, já se projetava que a companhia valeria algo entre R$15 e R$20 por ação”, afirma.

O negócio não chegou a bom termo, pelo que tudo indica, devido à alta expectativa que os acionistas majoritários depositam na própria empresa. “Para os acionistas minoritários, a venda até seria interessante, mas os majoritários estão na empresa desde o início, já viram o papel bater quase nos R$50 e não têm pressa de vender a empresa. Como a própria Positivo anunciou, no cenário econômico atual é difícil chegar a um valor que contente as duas partes”, diz Cardoso.

A venda, entretanto, não foi descartada. A Positivo reafirmou que continuará considerando operações que possam ser do seu interesse ou de seus acionistas, mas disse que não há qualquer discussão em curso que possa afetar o controle da empresa. A reação do mercado financeiro com tantas idas e vindas não poderia ser diferente: as ações da Positivo na Bolsa de Valores de São Paulo registraram queda de 9,45%, valendo R$7,37 no início da tarde de ontem, após já terem caído cerca de 24% o final do pregão de quarta-feira.

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…