Psystar nega conspiração contra a Apple

PsystarEm novos documentos entregues à corte federal norte-americana, a Psystar garante que não está conspirando para roubar propriedades intelectuais da Apple, rebatendo acusações da firma de Cupertino de que haveria 10 outras pessoas ou empresas ainda sem nomes apoiando-a na fabricação de clones de Macs.

Publicidade

A Apple prometeu revelar os “Zé Ninguéns” no futuro, mas, já nesta resposta, a Psystar nega a ilegalidade de suas ações. Segundo ela, os contratos de licença da Apple não têm validade sem o apoio de leis de propriedade intelectual.

A menos que a Apple tenha simplesmente “jogado o barro” com tais acusações e realmente não possua quaisquer evidências quanto a tais indivíduos ou companhias que possam estar apoiando a Psystar, creio que esta continua de pernas tremendo com a história toda. Mas que tá divertido, tá.

[Via: Computerworld.]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…