Intel fecha 2008 faturando alto com o processador Atom

Intel Atom

29-intel-atomA Intel Corporation não tinha um ano de tremendo sucesso desde 2005, quando convenceu a Apple a usar seus chips em toda sua linha. Em 2008, considerado por alguns especialistas como o ano do Atom, a fabricante não somente driblou a crise enfrentada pelos Estados Unidos, que afetou as vendas em todo o mundo, como fez uma conversão em massa na indústria de PCs. Acer, Asus, Dell, Hewlett-Packard, Lenovo e Toshiba — citando os nomes principais — aderiram ao produto quase da noite para o dia.

Embora tenha sido pioneira na produção de pequenos processadores — quando lançou o Geode como base para o XO —, a AMD (sua principal rival) nunca obteve o sucesso nem a performance esperados. Foi o processador Atom que ganhou a atenção e trouxe ao mercado vários netbooks, fato que deixou a concorrência comendo poeira e deu à Intel a liderança na categoria em apenas um ano, de acordo com a CNET.

Com isso, os outros fabricantes e seus respectivos parceiros estão se reestruturando em torno do mercado criado pelo Atom. A AMD planeja introduzir um processador rival na Consumer Electronics Show. A Qualcomm e a NVIDIA — que também investem pesado na produção de chipsets — estudam como se encaixar no cenário. Até mesmo a Microsoft tem dito que o Windows 7, cuja a versão beta vazou recentemente, estará pronto desde o primeiro dia para o uso em netbooks.

Como o mercado reagirá a essa tempestade, ainda é cedo para saber. Mas 2009 promete ser um ano bem movimentado.

[Via: TECH.BLORGE.]

Posts relacionados

Comentários