Apple procura registrar “OS X” sem o Mac

A primeira vez que a Apple começou a fazer distinções entre as versões do seu sistema operacional foi na WWDC do ano passado, quando usou cartazes que estampavam “OS X Leopard” e “OS X iPhone”, sem o prefixo Mac. Agora, talvez esteja ficando mais claro quais eram as suas intenções.

Caixas do Mac OS X

Pouco mais de uma semana após a conferência, a Apple procurou registrar a nova marca em Trinidad e Tobago e seguiu fazendo o mesmo em diversos outros países. Atualmente, sua solicitação junto a escritórios de registro no sul da Ásia continua em análise, mas já existem detalhes de outros processos, que devem estar ocorrendo em paralelo.

A estratégia deve ter como foco facilitar a diferenciação das diversas plataformas com as quais trabalha atualmente, além das suas respectivas divisões de desenvolvimento — visto que, em 2007, ao introduzir o iPhone, o próprio Steve Jobs declarou que a Apple deixava para trás o uso da palavra “Computer” em sua marca principal, tornado-se a Apple Inc. para refletir melhor o seu novo foco.

Ao que parece, teremos uma vida longa para o OS de Cupertino.

[Via: Ars Technica.]

Posts relacionados

Comentários