De graça, até injeção na testa! XXVII

Ícone do iTunesEstamos de casa nova, mas certos hábitos não morrem. Conferir as ofertas gratuitas da iTunes Music Store nas terças-feiras, por exemplo, é algo de que eu não pretendo me curar nunca. 😛 Só que isso é mais que baixar músicas de graça (legalmente), é mais que conhecer novos artistas e bandas: nada substitui a chance de poder compartilhar com você, que acompanha o MacMagazine, as novas (ou velhas) caras que aparecem neste espaço de divulgação. No processo, aproveite para atualizar o seu iPhone/iPod touch sem jailbreak — mas haja paciência, para ter que baixar o pacote inteiro, de 247MB, sendo que os servidores da Maçã estão se recusando a liberar o material pra mim! Patches, Apple, patches! (Se bem que eu não duvido que o segredo do sucesso seja justamente não usá-los…)

Vamos aos menos que 247MB musicais, então?

Single of the Week

20-injecao-011Toda semana, encontramos uma faixa de um artista ou banda de que gostamos e a trazemos até você, gratuitamente, como nosso Single of the Week.

O canadense Adam Gregory assinou seu primeiro contrato com uma gravadora quando ainda era um mero adolescente e, desde então, mudou-se para a capital mundial do country — Nashville, EUA.

Na espirituosa “Crazy Days”, o vocalista de 23 anos nos mostra seu lado romântico — cantando uma serenata para uma paixão antiga. Entre guitarras com molejo e reverberações trovejantes, Gregory relembra sua amada dos dias em que seus corações batiam selvagens, observando vaga-lumes brilhando sob as estrelas e sonhando com uma eternidade passada juntos.

Adam Gregory, além de um cantor competente, nos oferece músicas que são difíceis de classificar — mas isto é tudo, menos “country”. “Crazy Days” (link para a iTunes) não é muito crazy, ela parece saída da trilha sonora de Um Amor Para Recordar. Incoerências do título à parte, é uma faixa bem romantiquinha, capaz de trazer lágrimas aos olhos dos mais sensíveis ou ser terrivelmente irritante para quem for mais bruto. Com uma batida animada, a música lembra um pouco o clima aventureiro de adolescentes apaixonados (*coff!* Malhação! *coff!*) sem chegar a ser boba, apenas inocente. Digo que é uma ótima faixa de um artista que tem tudo para crescer. Se você der um pulinho no site oficial dele, lembre de avisá-lo de que o ícone do iTunes mudou, não é mais verde. 😛 Uma visita ao perfil dele no MySpace vale para conhecer mais das suas canções, que não são nada más — aos que curtirem música religiosa, “What Would Jesus Do” é uma faixa e tanto, muito boa. IMHO: 4/5 Não é tão crazy, é apenas great, uma ótima pedida.

Discovery Download

AsaNosso Discovery Download põe em destaque um gênero diferente toda semana, oferecendo gratuitamente uma faixa que julgamos merecer sua atenção.

Esta onda suave começa com estalar de dedos, violão e teclas tocadas de leve, acabando por encontrar esta cantora de soul com sotaque nigeriano listando as semelhanças entre ela e um prisioneiro — ressaltando o quanto a vida é bela, apesar de tudo. No meio do caminho por esta faixa contagiante, cordas sutis e vocais ao fundo harmonizam-se conforme Asa clama pela prevalência da compaixão e da humanidade.

Uma mensagem simples, executada com paixão de uma forma que traz à mente o estilo vocal de Wyclef, instrumentos de D’Angelo e as mensagens de Bob Marley.

Para aqueles que não perdem a oportunidade de ter em seu iPod um pouco de cada canto do mundo, aqui está uma chance imperdível de ter um tantinho da Nigéria. Asa (pronuncia-se “Asha”) não faz um estilo pop ou animadinho: “Jailer” (link sussa para a iTunes) é muito mellow, tranquila e sossegada. É, ao mesmo tempo, uma faixa de protesto e de esperança, regada a arranjos simples e eficientes. Quem nunca se sentiu um prisioneiro, na vida? Uma visita ao site oficial da moça pode render-lhe pequenos mimos, como imagens de fundo e um screensaver, bem como a possibilidade de ouvir o álbum de estreia completo dela — “360” é excelente. Não deixe de visitar também seu perfil no MySpace. IMHO: 3/5 Vale muito, para quem curte World Music.

Canción de la Semana

Doctor KrápulaToda semana, encontramos uma faixa de um artista ou banda que está na crista do sucesso e a trazemos até você, gratuitamente, como nossa Canción de la Semana.

Cornetas no estilo da salsa se misturam com uma batida punk-ska nesta mistura animada do Doctor Krápula, “Mister Danger”. Não estamos bem certos de quem o coletivo colombiano está mirando, aqui (talvez um antigo líder do mundo livre?), mas está bem claro que é um “Power Ranger” ameaçador vindo do norte que não fora convidado nem a sua própria casa, mas ainda assim age que nem o Diabo ao empurrar suas vontades nos outros.

Viva la revolución!

Imagine que você é um cara com jeito para percussão, mas não para canto, e que tem um grupo de amigos que também curtem música — alguns deles, fãs de PumpItUp!. Agora imagine que vocês todos se juntam num quintal, fulos da vida com os EUA, e resolvem fazer uma musiquinha com jeito de banda de quermesse. Pronto! O resultado é “Mister Danger” (link peligroso para a iTunes). Não é uma música ruim, ela apenas não excede, mas ainda assim é gostosa de ouvir por dois motivos: 1. a batida é animada e quente, com instrumentos competentes, e 2. fala mal do Bush. Acredito que a segunda razão faça muitos agradecerem pela chance de baixar esta música. Bem, mensagem à parte, eu digo que falta trabalho vocal para tornar a obra destes rapazes ideal. No MySpace deles, você verá que isso é recorrente em outras faixas e, em seu site oficial, você poderá deixar uma mensagem de paz. Não é bonitinho? IMHO: 2/5 Valeu a intenção, mas o vocalista é amador demais, a ponto de prejudicar a faixa.

Video of the Week

SAFETYSUITQualquer coisa — e tudo — sobre SAFETYSUIT pode ser resumido pelo nome da banda.

“Acho que a palavra-chave aqui é ‘safety’ [segurança]”, explica o cantor/guitarrista Doug Brown. “Nós quatro na banda fomos amigos desde sempre. Sentimo-nos confortáveis na companhia uns dos outros. Estamos num ambiente seguro… e isso faz com que sintamo-nos livres para sermos quem somos. E, se pudermos inspirar esse momento ou essa sensação em nossos fãs, teremos sido bem-sucedidos.”

Isso inicia a história da SAFETYSUIT, uma banda jovem, talentosa e musicalmente confiante que, de fato, inspira. Suas canções capturam a grandiosidade do U2, com uma sensibilidade imaginativa pop em seu núcleo e um paredão de guitarras estonteantes como pano de fundo. “Não é ciência de foguetes,” diz Brown. “Um melodia quintessencialmente boa e boas letras, é isso o que faz uma canção.”

[Retirado do site oficial da banda.]

Não sei o que dizer, realmente me faltam palavras para falar de “Someone Like You” (link para a iTunes). Dividir e conquistar pode ser uma boa abordagem, então vamos lá. A música é excelente: além de tocar num tema universal, combina um vocal suplicante com guitarras e bateria nervosas, que têm mania de explodir no refrão. Já o vídeo, ele não é tão bom, mesmo sendo bom… Confuso? Bem, seguindo a linha de “histórias paralelas”, a audiência tem que adivinhar o que um bando de pitt-boys, uma corredora e um grupo de surfistas têm em comum. Ou, pior ainda, o que eles têm a ver com a canção. Enfim, não dá pra entender muito bem este clipe, que poderia ser muito — MUITO — melhor do que acabou sendo: ao contrário de vídeos que usam a mesma fórmula (“Dream On”, da Robin, que eu avaliei aqui, por exemplo), este não tem o menor senso de closure. A beleza das cenas e a edição ambiciosa não se encontram em lugar nenhum, como num filme incompleto. Bem, caso tenha interesse por mais ótimas canções dos rapazes da SAFETYSUIT (pois eles tocam bem, sim!), lembre de dar um pulo no perfil deles no MySpace. IMHO: 3/5 Muito bom de ouvir, mas não tão bom de assistir.

Bem, por hoje é só: espero que tenha gostado das músicas — ou então, que tenha curtido pelo menos o texto! Só para ressaltar, todas as ofertas de hoje continuam protegidas por DRM e codificadas a 128Kbps: iTunes Plus passou longe! :-/

Semana que vem, quem sabe? :-] Assim como estas faixas, sonhar não custa nada: até lá!

Caso você ainda não seja cadastrado na iTS norte-americana (e enquanto a Apple Brasil não dobra as gravadoras daqui), recomendo a leitura deste post.

Posts relacionados

Comentários