Agora é guerra: Last.fm odeia o TechCrunch

24-lastfmNada melhor para destruir sua reputação do que espalhar um rumor destrutivo, mexendo com alguém que estava quieto. Recentemente relatamos — com um NOT! bem grande no título, devo lembrar — um rumor iniciado pela equipe do TechCrunch sobre o suposto uso de dados dos usuários do Last.fm para identificar aqueles que estivessem ouvindo o pomo da discórdia novo álbum do U2, que vazou para a rede.

Publicidade

Os organizadores do serviço de rádio pela internet negaram veementemente qualquer prática deste tipo, mas o mal já estava feito: inúmeros usuários adiantaram-se, apagando suas contas e, consequentemente, perdendo todos os seus dados do Audioscrobbler, ferramenta do site que “inspirou” o Genius, do iTunes.

Diante desse nível de destruição causado por um rumor, Richard Jones, um dos co-fundadores do Last.fm, publicou em seu blog um texto desmentindo a história toda, do qual retirei o seguinte excerto (destaques originais):

Quando você se cadastra no Last.fm e scrobble o que ouve, você está nos confiando seus dados de audiência. Levamos isso muito a sério. Os usuários antigos do Last.fm, que estiveram conosco desde os primeiros dias, podem atestar isso — sempre fomos muitos abertos e transparentes quanto a como seus dados são usados. Isto não mudou. Nunca compartilhamos dados pessoais identificadores, tais como email e endereço de IP. O único tipo de informação que tornamos disponível para artistas e selos musicas, além do que você vê no site, são dados agregados de ouvintes e números de reproduções. […] Então faça-nos um favor — se você vir pessoas espalhando o rumor, mande um link para este post e mencione que você ouviu de um amigo que “o Techcrunch [sic] é um monte de m****.”

Apagou sua conta por causa disso? Nem tudo está perdido

Bem, para quem intempestivamente apagou sua conta e hoje estiver com remorso, não tema: para minimizar os danos, o pessoal do Last.fm tomou o cuidado de conservar os dados de usuários “vítimas” deste rumor e, mediante um contato com o suporte técnico, é teoricamente possível voltar com suas informações preservadas. Pelo menos foi o que Jonty Wareing postou nos comentários do rumor originário.

A lição que aprendemos com isso, crianças, é que “não devemos espalhar rumores sem um grãozinho de sal acompanhando”. E hoje, provavelmente, só deve estar tocando “Caramelldansen” na conta Last.fm do Eric Schonfeld… até ele se retratar publicamente, pelo menos.

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…