Apple lança iTunes Pass, com pacotes de conteúdos exclusivos

A iTunes Store, que sempre vendeu canções por US$1, anunciou a mudança para três faixas de preços diferenciados no início do ano, durante a Macworld. E, a partir de hoje, os primeiros sinais de novas mudanças ficarão ainda mais claros com a introdução do iTunes Pass.

24-itunespass

O conceito é a nova opção de compra na loja, direcionada a quem procura conteúdo exclusivo do seu artista preferido. O lançamento da novidade acontece com o grupo Depeche Mode, em uma parceira entre EMI e Apple.

Comprando o iTunes Pass do novo álbum Sounds of the Universe por US$19 — seu valor normal é de US$10 —, os fãs receberão remixes exclusivos, além de outros conteúdos relacionados, até o seu lançamento oficial no dia 16 de junho. Um detalhe que não pode passar é que a Apple provê todo o material livre de DRM e com áudio AAC de 256Kbps.

O Depeche Mode começa a nova turnê em abril, então é provável que todos os extras a vir no pacote sejam fruto de gravações em futuros shows.

Embora o “passe” expire no meio de junho, tudo que você adquiriu no pacote poderá ser mantido permanentemente, mesmo que um dia os artistas resolvam encerrar a participação. Inclusive, a Apple deixou claro nos Termos de Serviço da iTunes Store que todo o conteúdo poderá ser baixado até 90 dias depois do final do período de validade do passe, a menos que esteja declarado na venda o contrário.

Alguns blogs estão apontando que um provável passo futuro da iTunes é a mudança para o modelo de assinatura, em que você paga uma taxa mensal e tem acesso a toda a biblioteca de músicas. No entanto, eu não acredito que a Apple adote algo nesse sentido tão cedo.

Infelizmente, a única opção disponível para o pacote no momento é Depeche Mode. Contudo, aos poucos outros artistas ligados à EMI devem enriquecer o catálogo de opções. A ideia é perfeita para os super-fãs, mas para a maioria das pessoas o modelo “à la carte” ainda é a melhor pedida.

[Via: Cult of Mac.]

Posts relacionados

Comentários