Visando à saúde auditiva dos jovens, projeto de lei quer proibir tocadores que emitam sons acima de 90 decibéis

No começo de dezembro do ano passado, publiquei um artigo aqui no MacMagazine alertando sobre algo que todos já estão carecas de saber, mas muitas vezes não dão a devida importância: o uso de tocadores de música — como o iPod, é claro — por períodos prolongados pode culminar na perda definitiva da audição.

Nesta semana, começou a ser discutido na Câmara dos Deputados um projeto de lei — idealizado pelo deputado Jefferson Campos (PTB-SP) — que visa a proibir a comercialização de aparelhos que emitam sons acima de 90 decibéis, além de exigir que todos ofereçam um alerta para os perigos de se ouvir músicas num nível de volume muito alto — isto é, acima de 85 decibéis. Seu texto cita, ainda, uma pesquisa feita na Grã-Bretanha em 2006 com 300 mil estudantes, que mostrou que 10% deles tinham algum grau de perda na audição.

A medida, se aprovada, não afetará apenas MP3 players, mas qualquer dispositivo eletrônico com capacidades multimídia, incluindo celulares e similares. Alguns deles atingem 120 decibéis, um ruído equivalente ao emitido pela turbina de um avião durante a sua decolagem. É claro que, quanto maior o nível de volume, maior a possibilidade de se desenvolver a surdez, mesmo por um período de exposição menor.

A Sociedade Brasileira de Otologia (SBO) lançou recentemente a Campanha Nacional da Saúde Auditiva, utilizando fôlderes, cartazes, site e ampla divulgação na mídia para alertar a população, principalmente os jovens, sobre tais riscos. Seu slogan foi super bem pensado: “Abaixe o volume ou diminua para sempre a sua audição.” Gostou? Não faça isso entrar por um ouvido e sair pelo outro.

[Dica do Mário Martins, valeu!]

Posts relacionados

Comentários