John Carmack fala sobre o futuro dos jogos da id Software em outras plataformas

CTO de um das mais populares produtoras de jogos para Mac — que conta ainda com um currículo de peso em outras plataformas –, John Carmack falou recentemente por telefone com um dos editores do blog de jogos da MTV norte-americana, expondo alguns detalhes do futuro dos títulos da id Software em outros aparelhos — entre eles, iPhones e iPods touch.

Publicidade

Id Software

Um dos grandes diferenciais da id é trabalhar com alta tecnologia para desenvolvimento de jogos em múltiplas plataformas. Durante o desenvolvimento do Rage, um dos seus títulos para PlayStation 3 e Xbox 360, a base tecnológica da empresa cresceu muito para suportar a adaptação dos recursos do título para ambos os consoles, diferenciando o poder de processamento e a quantidade de memória de cada um deles. O único problema de alta prioridade foi adaptar o conteúdo do game para a plataforma da Microsoft, tarefa que se demonstrou comprometida nos últimos tempos, em função da falta de espaço em um único disco.

“Nesse ponto, nós já determinamos como a tarefa de compressão do Rage será diferenciada em relação ao PS3, o que poderá dar a ele maior qualidade”, disse Carmack. No entanto, a maior parte da conversa com o editor da MTV foi a respeito de futuros títulos para o iPhone OS.

Publicidade

Dois projetos comerciais da empresa estão sendo portados para a plataforma de forma bem sucedida até então, e devem ficar prontos em breve para distribuição. O principal destaque é Wolfenstein RPG — lançado recentemente para celulares com suporte a Java e na plataforma BREW –, que trará gráficos em alta resolução com aceleração e áudio em 3D. “Ele é muito legal”, disse Carmack, que garante que o título estará na App Store dentro de um mês.

De acordo com o executivo, a empresa não mostra desinteresse em continuar os investimentos nesse campo. Ele pensa muito em trabalhar com títulos mais antigos — entre eles Doom e Quake –, trazendo-os com o máximo de recursos possível para iPhones e iPods touch, aparelhos pelos quais ele sente enorme entusiasmo. O segundo título em desenvolvimento para a plataforma móvel da Apple ainda não foi anunciado, mas Carmack já adianta que ele é “graficamente incrível”.

Publicidade

O único problema apontado por Carmack está em portar as tecnologias da companhia para execução no aparelho. “Estamos passando por vários desafios no desenvolvimento”, dando atenção especial na dificuldade em conseguir bons profissionais que trabalhem com as tecnologias gráficas e audiovisuais trazidas pelo iPhone OS com a escalabilidade para um dispositivo móvel. De fato, o hardware dos gadgets multi-touch da Apple não é muito adequado para se trabalhar com uso muito avançado das tecnologias que a própria plataforma deixa disponível. É nesse ponto que ela deveria mostrar maiores investimentos na construção de aparelhos com maior poder físico, não apenas lógico.

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…