Eee Keyboard: o cúmulo do compacto

A Apple já escondeu um computador inteiro atrás do monitor — lembro até de um “causo” em que uma batida policial foi frustrada porque “o meliante levou todos os computadores, deixando só as telas”; sim, eram iMacs. Agora, que tal esconder um computador embaixo do teclado? Foi isso o que a ASUS fez no Eee Keyboard.

Publicidade
Eee Keyboard
Fruto do amor de um Apple Keyboard com um Eee PC?

Por trás destas inocentes teclas “chiclet” há um processador Atom de 1,6GHz, 1GB de RAM, memória de 16 ou 32GB, antena Wi-Fi e Bluetooth. Conexão é o que você procura? Pois o Eee Keyboard oferece beeem mais que um MacBook Air: uma porta HDMI, duas portas USB 2.0, saída VGA, entrada e saída de áudio e, no modelo topo de linha, HDMI sem fio. Para servir como cereja no topo, à direita do teclado QWERTY há uma tela OLED de 5 polegadas (resolução de 800×480 pixels) sensível ao toque — praticamente meu sonho dourado de “teclado + trackpad”, só que melhorado.

Com estas características, não é de se esperar que este aparelho seja um substituto para um iMac de 24″: o objetivo deste tecladão turbinado é servir de PC para seu home theater, algo que você use para navegar pela internet sem ter que sair da sala de estar — ou do sofá, já que há um modelo sem fio. Dadas as opções de armazenamento, não dá pra esperar muito que ele atue como um digital center, com todos os seus filmes e músicas… ou sim, se você tiver uma coleção tão grande quanto a minha. Ainda estou tentando mudar isso…

Publicidade

Eee Keyboard — portas

Com disponibilidade prevista para algo entre maio e junho, custando de US$400 (modelo básico) a US$600 (modelo sem fio), o Eee Keyboard é uma nova forma de olhar para o desktop all-in-one. Devo dizer que ele acerta em cheio numa série de pontos e pode até lançar uma nova moda, mas uma coisa me deixa com a pulga atrás da orelha: que sistema operacional vai rodar nessa beleza? Windows Mobile ou algum OS da ASUS? Enfim, se fosse só o “teclado + trackpad”, eu comprava, principalmente porque a telinha podia servir de teclado numérico em meus momentos “preencher planilhas enormes”!

O bom da miniaturização dos componentes é que esse tipo de coisa, antes impossível, vai virando realidade. Mal posso esperar pelo dia em que esconderem o computador inteiro dentro de um mouse…

Publicidade

[Via: Gizmodo.]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…