rmbrMe lança versão Pro do beamMe na iPhone App Store

3-beammeproA rmbrMe anunciou o lançamento da versão Pro do seu aplicativo beamMe, que chega para atender a uma demanda por uma atualização nas soluções já oferecidas no aplicativo gratuito.

Disponível a partir de hoje, o beamME Pro oferece dentre as novas funções o mapeamento dos contatos e histórico, envio de qualquer cartão cadastrado, uma experiência visual renovada livre de anúncios e suporte. Tudo isso por apenas US$5.

“Acima de 30% dos usuários do beamME são executivos-chefes e donos de negócios. O beamME Pro é desenhado para atender à demanda deles de modo profissional, estiloso e com alto impacto na troca de contatos por meios móveis”, afirmou Gabe Zichermann, CEO da rmbrMe.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=9jJlk6H12KM[/youtube]

Gabe Zichermann
Gabe Zichermann

Gabe fundou a empresa em 2007 e já conta com a ajuda de US$750 mil em caixa, fruto de investimentos externos. A empresa, que tem como base a cidade de Nova York e conta com alguns funcionários brasileiros, focará a sua estratégia em aplicativos para o iPhone.

Confiram abaixo um pequeno papo que troquei com ele, que é um total apaixonado pelo Brasil.

. . .

MACMAGAZINE: Hey! Vocês deram um grande passo, não? Que motivos conduzirão vocês a desenvolver uma versão Pro e qual a diferença para a Lite?
GABE ZICHERMANN: Nossos usuários são muito articulados — então eles deixaram bem claro o caminho que devíamos seguir. Nós estamos muito felizes em entregar essas funcionalidades para eles e também em ter pensado em outras que ninguém previu. Foi assim que nasceu a versão Pro.

MM: Desde a última versão do beamMe, o serviço se tornou disponível no Brasil. O que vocês estão esperando para promover o uso na “Terra Brasillis”? E onde está a versão em português do site?
GZ: Não estamos realmente “esperando” promovê-lo em países de língua portuguesa, mas estamos focados num tipo particular de usuário — que faz bastante networking —, não importa onde ele esteja. Não temos uma versão em português nem do site nem do aplicativo no momento, mas assim que a Apple oferecer uma App Store em português, trabalharemos nisso. Adoraríamos vender mais no país, afinal de contas, nossos produtos são produzidos em sua maioria no Brasil. 🙂

MM: A rmbrMe, graças ao background adquirido na indústria de jogos, fez algumas promoções em eventos da Apple e presenteou usuários com viagens pagas. Como terminou isso? Quem são os sortudos? Eles ainda usam o serviço?
GZ: A promoção foi maravilhosa! Duplicamos o número de usuários. Os ganhadores ainda não foram anunciados, mas serão revelados numa promoção ainda maior que estamos preparando. E, é claro, eles ainda usam o beamME.

MM: Há algum outro lançamento para este mês que você possa compartilhar conosco?
GZ: Este mês não, mas teremos no próximo. Iremos promover uma inovação revolucionária, e eu prometo que será muito empolgante. 😉

MM: Devemos esperar por novos aplicativos da rmbrMe?
GZ: Oh, sim. Definitivamente. Estamos constantemente inovando e ainda não terminamos por aqui — seja fazendo novos aplicativos ou inovando e incrementando os nosso antigos projetos.

MM: Estamos publicando uma série de artigos voltado para o desenvolvimento de aplicativos para o iPhone. Por acaso você teria alguns conselhos para os nossos bravos aventureiros?
GZ: Certamente. Eu aconselho a todos pensar pequeno. Comece com um aplicativo que faça apenas uma coisa, mas que faça muito bem — e apenas faça isso. Isso é o que as pessoas esperam dos aplicativos agora. E considere criar duas versões, uma gratuita e outra que possa ser comercializada.

Posts relacionados

Comentários