Confira detalhes e um mockup da interface do novo QuickTime X

Ícone - QuickTime

QuickTimeNo último beta do Mac OS X 10.6 Snow Leopard, a Apple finalmente resolveu mostrar a nova cara do QuickTime que está previsto para ser lançado junto com o novo sistema aos desenvolvedores. Ninguém viu ainda uma screenshot do novo player, mas já é possível pensar numa previsão da sua nova interface ao analisar as primeiras impressões que estão aparecendo por meio de pessoas que já estão trabalhando com o novo build.

Desde 1991, quando foi lançado, o QuickTime passou por várias mudanças, chegando a ser reconstruído do zero algumas vezes em função da adoção de várias tecnologias para suporte a diferentes formatos de vídeo, sempre adequando-se aos padrões da indústria. Na atual versão 7, a Apple introduziu uma API específica para lidar com as tecnologias de áudio e vídeo suportadas por ele como parte do próprio Mac OS X. O QTKit eliminou todas as interfaces de programação antigas para o media player da Maçã, em favor de formatos baseados no padrão MPEG-4 e do codec H.264, atuais padrões da indústria para distribuição de conteúdo multimídia e discos Blu-ray em alta definição.

O QuickTime X não trará mudanças tão drásticas na sua arquitetura, mesmo porque os formatos suportados atualmente por ele ainda permanecerão populares por um bom tempo. No entanto, várias mudanças ainda virão: algumas delas foram inspiradas na estrutura de reprodução desenvolvida pela Apple especificamente para o iPhone OS, em 2007, enquanto outras visam a otimizar o suporte a formatos modernos de áudio e vídeo, resultando em reprodução de conteúdo ainda mais eficiente.

A intenção da Apple é propagar ainda mais o uso do aplicativo e das suas tecnologias internas destinadas ao desenvolvimento de outras soluções relacionadas à multimídia. Para cumprir esse objetivo não basta apenas torná-lo compatível com formatos no desktop, mas também com os diferentes protocolos de transmissão de conteúdo via streaming, algo muito comum nos dias atuais para keynotes, webcasts, coberturas ao vivo e até mesmo para assistir a programas de TV.

Nesses 18 anos, a sua interface também passou por muitas mudanças. Visuais metalizados, botões prateados e janelas com texturas simulando alumínio escovado foram alguns exemplos de mudanças, mas o player em si nunca perdeu a sua estrutura original. A sua atualização mais recente para o Mac OS X Leopard trouxe um visual consistente, o mesmo que todas as janelas do sistema operacional:

QuickTime 7.6

O QuickTime X possui uma nova interface, focada exclusivamente na reprodução de conteúdo. Assim, não há mais botões no inferior da janela, sempre visíveis pelo usuário. A propósito, ele não possui mais uma janela comum: as únicas coisas que farão o player lembrar uma janela são as sombras ao redor do vídeo e a barra de título, que agora usa Quartz Extreme para se adaptar ao que está sendo reproduzido usando canal alfa. O mockup a seguir, publicado pelo AppleInsider, tenta mostrar como será essa nova interface na versão final:

QuickTime X

Os relatos desenvolvedores indicam que o novo QuickTime terá apenas controles em overlay, assim como no iPhone OS. No geral, esse novo visual valoriza apenas o conteúdo que o usuário está assistindo, semelhante ao atual modo tela cheia do player. No entanto, outros recursos novos estão incluídos nele, como cortar, editar e visualizar capítulos e legendas de um vídeo como no novo iMovie ’09:

QuickTime X

Se essas mudanças assumirem a forma proposta por essas screenshots, acredito que serão muito boas. No mínimo, a meta da Apple com o QuickTime X é torná-lo mais fácil de usar que qualquer outro player de vídeos, tanto para profissionais quanto para usuários domésticos. Na sua opinião, ela está conseguindo? 🙂

Posts relacionados

Comentários