De graça, até injeção na testa! XXXIII

scatter-20090310O dia está movimentado, com notícias pipocando: desde (des)aparições de Steve Jobs, até gente “imprimindo” dinheiro às custas da iTS. Só que agora quero trazer uma notícia boa: ela não vai mudar sua vida, mas certamente garantirá uns minutinhos de alegria.

Hoje posso abrir o post dizendo que a fada do DRM-free passou por aqui com gosto: todas as gratuidades da semana estão acessíveis via iTunes Plus! “Ah, mas devem ser só bomba”, você pode até estar pensando. Não, meu caro Padawan: hoje até a Canción está valendo a pena, nunca a relação custo/benefício esteve tão boa!

Sem mais delongas, vamos às faixas? 😉

Single of the Week

The AnswerToda semana, encontramos uma faixa de um artista ou banda de que gostamos e a trazemos até você, gratuitamente, como nosso Single of the Week. Se os diretores de elenco de um concerto dos anos 70 no Castle Donnington procurassem por uma banda de rock pesado, encontrariam um quarteto ideal na The Answer. Este grupo do norte da Irlanda é montado sobre uma base forte de rock e blues, levando muitos a especular se o vocalista Cormac Neeson e o guitarrista Paul Mahon não têm uma química à la Plant/Page. “Demon Eyes” é rock ‘n roll do jeito que era pra ser: sujo, bruto e barulhento, com um solo de guitarra malévolo tocado por um guitarrista cabeludo. Procurando por uma forma de preencher sua playlist de rock pesado? The Answer [A resposta] está aqui.

Se você curtiu a faixa, dê uma sacada no álbum.

Eu entendo quando muitas pessoas dizem “eu gosto de rock, mas não daqueles muito pesados”. Tendo em vista o que o pessoal da iTS falou de “Demon Eyes” (link para a iTunes; iTunes Plus), é bom deixar bem claro que este rock é pauleira, mas não demais. Ou seja, é bom, muito bom. É o tipo de coisa que esperamos ouvir em uma rádio de GTA ou numa corrida de Burnout: violento, bruto, mas com embalo e razão. O uso da guitarra é preciso, o vocal não vai fazer você chorar de emoção, mas vai cumprir seu papel com competência. Eu diria que The Answer é muito similar a um Aerosmith sem a metade pop. Se você não tiver preconceitos contra cursores de mouse toscos, recomendo uma visita ao perfil da banda no MySpace: tem coisa muito boa pra ouvir por lá. A página oficial é muito simples, não vi nada de mais por lá. IMHO: 4/5 Rock, rock, rock, rock muito bom! 😀

Discovery Download

Shawn SmithNosso Discovery Download põe em foco um gênero diferente a cada semana, oferecendo gratuitamente uma faixa que julgamos merecer sua atenção. Shawn Smith foi um participante ativo no som explosivo do noroeste da América do Norte, a Pacific Northwest, no começo da década de 90, com seu trabalho ao lado de Brad, Satchel e Pigeonhead. “Losing Home” é uma faixa de seu álbum solo Let It All Begin. A canção é um balanço apaixonado com um trabalho ótimo de piano posto contra uma batida frouxa de hip-hop. Os vocais de Smith a carregam com um apelo ecológico desejoso no refrão.

Se você curtiu a faixa, dê uma sacada no álbum.

Será que ele tem parentesco com a Shawnee Smith? Mudando completamente de clima, mas sem deixar a peteca cair, “Losing Home” (link para a iTunes; iTunes Plus) faz um bocadinho de campanha pró-natura sem se tornar demagogia insuportável. Acho que o segredo está na qualidade do som: dá pra se perder na mistura de batida moderna com piano meloso. A voz do Smith não é muita coisa (Jamiroquai sem cafeína, eu diria), a grande surpresa fica no back vocal feminino que dá um ar todo especial à faixa, que é uma maravilha para relaxar. Você pode conferir mais canções mellow do rapaz no perfil dele no MySpace. Infelizmente, se você for em busca de uma página oficial, talvez encontre apenas um placeholder ou artista homônimos, apenas. Vida dura, essa, né? IMHO: 3/5 Perfeita para ouvir enquanto o aquecimento global lentamente destrói as geleiras.

Canción de la Semana

MakanoToda semana, encontramos uma faixa de um artista ou banda que está na crista do sucesso e a trazemos até você, gratuitamente, como nossa Canción de la Semana. O prodígio panamericano do reggaetón por trás de “Te Amo” nos traz outra faixa de seu álbum de mesmo nome. Como seu compatriota Flex, Makano encontra um pouco de romance por baixo dos ecos de petardos de synth e batidas reverberantes.

Se você curtiu a faixa, dê uma sacada no álbum.

Reggaetón, a palavra mágica… coisas assim fazem um indivíduo pensar que a música latina se resume a isso. Mas nada de pânico: a Canción de hoje não é uma desgraça. Tudo bem, é repetitiva, a voz do Makano é uma desgraça rouca (ele também é muito tosco!) e a letra é digna do Bonde do Tigrão, mas ela se salva por ser uma batidinha empolgante. É sério: “Traición” (link para a iTunes; iTunes Plus) é bem legalzinha! Lógico, é preciso ter a cabeça aberta e não ser muito criterioso quanto a habilidade musical, mas se você não levar sua musicalidade a sério demais, esta canção vale a pena (só pra lembrar: é de graça). Só não sei o que viram em “Te Amo”: é tão boa quanto esta… será que ela apareceu em algum episódio de High School Musical?! No perfil do Makano no MySpace ela tem mais de um milhão de reproduções e é uma bomba de popularidade na iTS. Eu digo, tipo, “como assim, de onde saiu tanto hype?!” Você também pode conferir várias coisas na página oficial dele, mas nada extraordinário. IMHO: 3/5 É bom, mas só baixe se seus parâmetros de qualidade forem flexíveis.

Video of the Week

The TossersApesar de o seu nome ser irreverente, sua música certamente não é. O coração de seu som distinto é derivado da mistura de raízes de punk rock com a tradição irlandesa. Combinando instrumentação tradicional de bandolim, rabeca, flauta irlandesa e banjo com guitarra, baixo e bateria movidos a anfetamina, os Tossers tocam em uma fronteira furiosa que fica entre a ira e a rouquidão.

[Retirado da biografia da banda, em sua página oficial.]

O Dia de São Patrício é daqui a uma semana, e vejo que a iTS já tem uma oferta para cantarmos em grande estilo! Vindos direto de… Chicago (pensou que eu ia dizer “Irlanda”?), os The Tossers são uma das coisas mais originais e inusitadas que eu já vi nesta série de posts. Talvez não tanto quanto Fever Ray, mas… Bem, não é todo dia que a gente se depara com uma peça dessas. Acho que as únicas reservas que alguém pode ter quanto a este clipe são três: 1. é impossível entender o que esse cara canta; 2. este vídeo reúne todos os vícios legalizados (cigarro, bebida e mulher), e 3. o valor da produção é menor que o de um vídeo de aniversário de criança no YouTube. Tirando esses detalhes, “Siobhan” (link para a iTunes, pronuncia-se “xiobán”) é uma faixa empolgante e mais que válida para dançar toscamente. Tem muita coisa boa pra curtir no perfil da banda no MySpace e, se me permite comentar, os álbuns deles estão por preços muito bons: 17 faixas iTunes Plus por US$13? Se um Gift Card eu tivesse, comprava, na hora! IMHO: 4/5 No Dia de São Patrício, todo mundo é irlandês… seja você também!

. . .

E é isso! Espero que tenham gostado tanto quanto eu: a seleção não era boa assim faz um tempo. O fato de tudo estar disponível via iTunes Plus serve de cereja no topo, pois não só a qualidade superior é bem-vinda, como a liberdade de poder levar as músicas para onde eu quiser/precisar é ótima. Fica só uma dica, antes de você achar que pode compartilhar estas (ou quaisquer outras) faixas com o mundo: sua identificação fica registrada nos arquivos que você compra na iTS. 😉 Mas isso é assunto para outras conversas… até semana que vem!

Caso você não tenha cadastro na iTS norte-americana, e enquanto não ganhamos a nossa Music Store, recomendo a leitura deste post.

Posts relacionados

Comentários