Homem é acusado de fraudar e comercializar 9.000 iPods shuffle

iPod shuffle 2G na mãoUm morador do Estado de Michigan, nos Estados Unidos, parece ter levado o nome de um aparelhinho da Apple ao pé-da-letra e pôs a empresa no meio de uma grande confusão.

Publicidade

De acordo com reportagem do Boston.com, um técnico está sendo acusado de ter solicitado mais de 9.000 unidades de iPods shuffle para substituição pelo sistema de reparos da Apple e as comercializado ilegalmente.

Nicholas Woodhams, de apenas 23 anos, teria vendido milhares de gadgets por US$49/cada. “Ele sabia que donos de iPods podiam adquirir substitutos de shuffles que tiverem problemas. Insistentemente, o acusado determinou que conseguiria adivinhar números seriais válidos e ainda cobertos por garantia e solicitá-los pelo site da Apple para ‘substituição’ sem nunca sequer ter comprado ou estado com as unidades ‘originais’ em mãos”, afirmou uma advogada da acusação.

Quando a Apple não recebe os iPods defeituosos de volta, ela debita o custo do aparelho no cartão de crédito cedido pelo consumidor. Todos os números enviados, é claro, rejeitaram a transação — mas aí já era tarde demais.

Agora, o governo do estado trabalha para avaliar os patrimônios pertencentes a Nicholas, que incluem sete computadores da Apple, dois carros, uma motocicleta e mais de US$571 mil — todos supostamente frutos do crime. Ui!

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…